Tendência

10 truques para sobreviver aos festivais de música sem dores e problemas de pele

Comentário(s) 29 setembro 2019

rock in rio

A 18º edição do Rock In Rio, maior festival de música do mundo, com atrações como Drake, Foo Figthers, Bon Jovi, Red Hot Chilli Peppers, Panic! At The Disco, Iron Maiden e P!nk, está rolando. Com um line-up poderoso, o evento atrai multidões, mas nem sempre é fácil manter-se intacto para curtir horas de shows, enfrentando exposição solar, cansaço e até alguns inconvenientes como sede e fome (principalmente quando queremos pegar lugar perto do palco). Para que você aproveite ao máximo o festival e saia de lá sem dores na perna de cansaço ou queimaduras de sol, convidamos uma angiologista e uma dermatologista para explicar o que fazer antes, durante e depois do evento para evitar os problemas:

DESCANSE BEM NA VÉSPERA: Uma boa noite de sono confere muito mais disposição ao organismo, então é essencial que você descanse antes do evento. Tome cuidado com a alimentação, evitando comidas mais gordurosas, mas ao mesmo tempo evitando dietas mais restritivas. Lembre-se que o seu corpo precisa de nutrientes para enfrentar a maratona.

PREPARE-SE ANTES: Geralmente, os festivais de música ocorrem em grandes espaços abertos com palcos muito separados um dos outros, o que exige que o visitante passe o dia inteiro caminhando.  “E como nem todos estão com preparo físico adequado para a maratona de shows, problemas como câimbras e dores musculares, principalmente nas pernas e nos pés, são comuns nesse tipo de evento. Dessa forma, é importante que você escolha sapatos adequados e confortáveis para encarar o dia de shows e não se esqueça de realizar um bom alongamento antes de sair de casa”, destaca a cirurgiã vascular e angiologista dra. Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular e do American College of LifeStyle Medicine. Antes de sair de casa, pense também na sua alimentação: coma proteínas magras, legumes e verduras, além de beber sucos de frutas. Não esqueça de consumir bons carboidratos, de preferência os integrais, pois seu corpo precisará de muita energia.

LEVE APENAS O ESSENCIAL: Você vai passar horas em pé, não vai? A sobrecarga na coluna e nas articulações vai piorar ainda mais a sua situação. “Use carteiras de cintura ou mochilas que distribuam o peso de igual forma pelas costas, evitando assim dores e desconfortos”, diz a dra. Aline.

HIDRATE-SE: Durante o dia de shows, é fundamental que você tome cuidado com a desidratação e consuma bastante água. “Isso por que o calor intenso e o consumo de bebidas alcoólicas em excesso podem aumentar a incidência de câimbras, dores musculares e a retenção de líquidos”, lembra a médica. Se permitido pelo evento, lembre-se de levar frutas como maçã, pera e melão, pois elas ajudam na hidratação do corpo.

PROTEJA SUA PELE: “É muito comum que as pessoas se esqueçam de proteger a pele contra a radiação solar durante festivais de música e outros eventos ao ar livre. Porém, devemos lembrar que a exposição a luz solar durante esses eventos tende a ser prolongada e intensa, podendo facilmente levar a complicações como queimaduras, envelhecimento precoce e até mesmo câncer de pele”, explica a dermatologista e tricologista dra. Kédima Nassif, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Dessa forma, é importante que os apaixonados por shows e músicas se lembrem sempre de utilizar o fotoprotetor durante toda a duração do festival. De acordo com a médica, o ideal é que esse produto tenha FPS de, no mínimo, 30 e, pelo menos, 1/3 desse valor de PPD, protegendo assim tanto contra a radiação UVB quanto a UVA, respectivamente. Além disso, é importante que o produto seja aplicado de 20 a 30 minutos antes de sair de casa para que possa começar a agir antes de você se expor ao sol. “E nada de deixar o filtro solar em casa, pois a reaplicação do fotoprotetor ao longo do dia é fundamental para garantir sua eficácia. Até mesmo se o produto for à prova d’água ou resistente ao suor é importante reaplicá-lo a cada duas horas, pois os filtros solares tendem a perder sua eficácia quando não são reaplicados após sudorese intensa”, destaca. E mesmo se você der azar e a data do festival de música cair naquele dia nublado e chuvoso, saiba que o fotoprotetor continua sendo indispensável, pois a radiação consegue atravessar as nuvens e causar danos assim como em dias ensolarados.

USE A MODA AO SEU FAVOR: Outra maneira de curtir o festival sem precisar se preocupar com os danos do sol na pele é através da utilização de barreiras físicas, como óculos de sol, que devem ter lentes com proteção UVB para evitar danos aos melanócitos oculares e região das pálpebras, e chapéus e roupas, que, preferencialmente, devem ser feitos de tecidos que contam com substâncias capazes de proteger contra os raios solares, principalmente contra a radiação UVB. “Roupas comuns até são capazes de proteger contra o sol, porém, em menor intensidade, já que permitem a passagem de parte dos raios ultravioletas pelas fibras dos tecidos”, afirma a dermatologista. Porém, a dra. Kédima ressalta que nenhuma dessas medidas acima deve substituir o uso do fotoprotetor, devendo apenas complementar sua ação. Afinal, o produto ainda é a melhor maneira de proteger a pele contra os danos causados pela radiação solar.

TENTE NÃO PERMANECER MUITO TEMPO PARADO: Entre os tipos de visitante de festivais de música, existem aqueles que, ao invés de ficarem andando para ver os mais diversos artistas, preferem ficar parados em pé próximo aos palcos para garantir que vão ver o seu cantor favorito de perto. Se esse for seu caso, tome muito cuidado, pois ficar muito tempo parado pode causar desconfortos como o inchaço na região das pernas, que, em casos extremos, pode ocasionar coágulos sanguíneos, trombose ou até mesmo embolia pulmonar. “É importante então que você faça pausas para se sentar e levantar os pés, aliviando o peso dos membros inferiores”, recomenda a dra. Aline. “O mesmo alerta vale se você for viajar até o festival, seja de carro, avião ou ônibus. Nesse caso, o ideal é que você faça pausas a cada duas horas para caminhar e se movimentar, estimulando principalmente os membros inferiores.”

CUIDE DA PELE IMEDIATAMENTE AO CHEGAR EM CASA: Os cuidados não param após o fim do festival. Ao chegar em casa, é importante que você invista em uma poderosa rotina skincare capaz de remover a sujidades acumuladas na pele (e o fotoprotetor) e tratar os danos que o tecido pode ter sofrido durante o dia. É fundamental, por exemplo, fazer uso de um sabonete facial ou espuma de limpeza com fórmula cremosa e suave que seja capaz de remover a oleosidade e sujidade da pele sem agredi-la. Em seguida, a dermatologista dra. Kédima Nassif recomenda que você faça uso de máscaras faciais hidratantes e calmantes. “A hidratação tópica da pele após a exposição solar intensa é muito importante, pois, à medida que tomamos sol, nossa pele tende a desidratar-se, o que prejudica a renovação celular e consequentemente, a textura da pele”, alerta a especialista. Para evitar este problema, escolha máscaras faciais que contenham ativos como aloe vera, que possui propriedades hidratantes e calmantes ao mesmo tempo.

DESCANSE: Permita-se descansar entre os dias de festival, com uma boa noite de sono para que seu corpo possa recuperar energia e suas pernas tenham o descanso adequado. Segundo a dra. Aline, como durante esses eventos nós dormimos tarde e permanecemos muitas horas em pé, existe uma tendência à retenção de líquidos e inchaço, principalmente para pessoas com problemas de circulação, obesos, gestantes e portadores de pressão alta. “É importante lembrar que, se o inchaço permanecer por um longo período, a incidência de erisipelas, flebite e até trombose aumenta”, explica a angiologista. Se possível, marque uma massagem relaxante para um dia após a maratona de shows.

E SE AS PERNAS E PÉS FICAREM INCHADOS: Neste caso, a médica recomenda que se durma com as pernas elevadas, colocando um travesseiro sob elas, e realize compressas frias no final do dia. Além disso, é preciso tomar cuidado com a alimentação durante o festival, evitando o consumo de refrigerantes e comidas industrializadas, pois o excesso de sódio pode aumentar a pressão arterial e piorar o inchaço. “É importante também que nunca se escalde os pés ou realize qualquer tipo de compressa quente, pois essas podem causar dilatação dos vasos sanguíneos e agravar o quadro”, alerta a dra. Aline Lamaita. “Para quem já possui predisposição para retenção hídrica, consulte um vascular, pois existem medicações, meias e até cremes que podem deixar suas pernas bem mais leves e saudáveis para curtir o show”, finaliza a médica.

Edição 249

Outubro 2019

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica