Saúde

A cura pela ioga

Comentário(s) 04 dezembro 2018

O dr. Dean Ornish, que estudou os benefícios de saúde da ioga, diz: “As pessoas muitas vezes têm di­ficuldade em acreditar que podem come­çar a mudança tão poderosa de ioga, mas eles fazem.”

amalia 1Ornish, professor clínico de medicina da Universidade da Califórnia em San Fran­cisco, diz que trabalha ioga baixando os níveis de estresse, que relaxa tudo em seu corpo, incluindo vasos sanguíneos. “As arté­rias começam a relaxar, então não há mais fluxo de sangue por toda parte, então tudo é melhor”, diz Ornish, presidente do Instituto de Pesquisa de Medicina Preventiva.

amalia2

Aqui estão algumas doenças em que a io­ga pode fazer diferença:

1 – Dores de cabeça;

2 – Asma;

3 – Disfunção sexual em homens e mu­lheres;

4 – Problemas de sono;

5 – Dores menstruais;

6 – Lesões no manguito rotador: o mangui­to rotador é o grupo de músculos que cobre a cabeça do úmero e tem grande importância na estabilização, na força e na mobilidade do ombro. Um estudo de Loren Fishman mostrou que uma postura na qual o praticante fica de cabeça para baixo com ajuda de uma outra pessoa pode ajudar pessoas com lesões no manguito ro­tador.

7 – Osteo­porose;

8 – Sensibi­lidade à dor: de acordo com um estudo da Universidade de Utah, EUA, as pessoas que praticam ioga têm uma maior tolerância à dor do que aque­las que não praticam.

9 – Depressão e ansiedade: um estudo ale­mão mostrou que mulheres emocionalmen­te perturbadas tornaram-se menos deprimi­das e ansiosas depois que fizeram duas au­las de 90 minutos de Ioga por semana, du­rante três meses.

Fonte: CNN – Correspondente Medical Sê­nior – Elizabeth Cohen

Por Amalia Sciamarelli, professora de Hatha-Ioga há 34 anos em Jundiaí. Formada pelo Centro de Estudos de Ioga Narayana de São Paulo, é coordenadora do Curso Livre de Capacitação de Instrutores de Ioga, além de ministrar o Curso de Raja-Ioga (Meditação). Contatos: (11) 99902-0467, amalia.yoga@ gmail.com, www.amaliayoga.blogspot.com

Edição 242

Março 2019

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica