Saúde

A importância da qualidade de vida feminina

Comentário(s) 18 dezembro 2019

rosangela scricoComeço imaginando aquela mulher que já quer puxar os cabelos às 9 ho­ras da manhã. E não é exagero, é en­tendimento e vivência dos fatos!

Uso minha experiência para ajudar mulhe­res. Somente mulheres, pois sou uma, enten­do as aflições, os conflitos internos e todos nossos superpoderes para resolver proble­mas de todos ao nosso redor. Mas você já pa­rou para pensar que, se não tratar primeira­mente você, não conseguirá por muito tempo manter um equilíbrio e qualidade para agir na vida das pessoas? Se você quer continuar, precisa agir na sua vida primeiro.

Sou mãe, esposa, mulher, empreendedora, estudante, conselheira, e por aí vai. Mas eu en­tendi o significado do autocuidado, da autoa­valiação e da nossa singularidade. Eu acredito no nosso crescimento contínuo e quero en­corajá-la a acreditar também, principalmen­te, que você consegue alcançar isso.

No meu dia a dia, eu preciso ser ajudan­te do meu marido, mãe motivada, amorosa, e entendo que não há perfeição em tudo is­so. Então, depois de cuidar dos dois, posso focar em cuidar de mim mesma e, para que isso aconteça, tenho dois pontos importan­tes: ser grata (não reclamar) e ter um ritual de cuidado pessoal.

Depois sigo na jornada empreendedora e profissional da estética: diariamente, aten­do no projeto que Deus me deu de presente, o Miss Honey Studio, onde muitas mulheres chegam até mim. Minha missão é ajudar cada uma delas, cuidando do seu exterior e desen­volvendo seu interior. Trabalhei muitos anos como gestora de pessoas em empresas mul­tinacionais, então entendo a importância do crescimento pessoal.

Para es­sa fase do meu di a , sigo mais dois pontos importan­tes: amor ao próximo como amo a mim e com­p ro m e t i ­mento com minha pro­fissão, entregando qualidade.

O mundo está perdendo o real sentido da vida quando se trata de mulheres que que­rem tudo ao mesmo tempo sem dar valor à própria vida.

O nosso estilo de vida é o fator mais impor­tante para os riscos à nossa saúde e qualida­de de vida. O estilo de vida está diretamente ligado ao nível de estresse. Nosso organismo não se adapta às nossas tarefas diárias, por­que nós mesmas não deixamos que isso acon­teça. Hábitos adequados podem nos ligar di­retamente a um aumento da saúde e adapta­ção para redução doe stresse excessivo.

Por isso, pare, olhe para si e respire fundo, avalie os pontos que podem mudar e agregar na sua rotina e programe um plano de ação para que aconteça!

E, para finalizar, deixo minha reflexão so­bre a vida: entenda que não podemos dele­gar para outros o dever de ser feliz!

Por Rosangela Scrico, especialista em desenvolvimento humano, instrutora oficial da RefectoCil e micropigmentadora.
Contatos: 
(11) 99663-5599, facebook.com/rosangela.scrico

Edição 251

Dezembro 2019

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica