Saúde

Alimentos termogênicos x perda de peso

Comentário(s) 18 maio 2016

Ellen Rampini

Ellen Rampini

Alimentos termo­gênicos contêm substâncias que são capazes de aumen­tar a temperatura cor­poral, acelerando o me­tabolismo e a queima de gorduras. Esses alimen­tos induzem o metabolis­mo a trabalhar de forma mais acelerada e, conse­quentemente, aumentam a queima de calorias.

O segredo é aliar esses alimentos a dieta e práti­ca de exercícios, para que a queima de calorias seja mais rápida. Os principais alimentos são:

- Cafeína: substância vegetal estimulante, capaz de atravessar a barreira do nosso cére­bro e promover diversos benefícios, como o aumento da disposição e energia, diminuição da fadiga, melhora da performance esporti­va, além do efeito termogênico.

- Canela: ela também aumenta o metabo­lismo basal e possui alto teor de cálcio mi­neral, substância importante para o ema­grecimento. Polvilhada por cima de frutas (aproximadamente uma colher de chá ra­sa), contribui com o emagrecimento e ain­da torna a refeição deliciosa. Outra alterna­tiva é usá-la em bebidas quentes, como lei­te, café ou chás.

- Chá de hibisco: Tome um litro por dia, sendo que, para um litro de água deve-se usar uma colher de sopa da flor.

- Chá verde: Cinco xícaras de chá por dia durante três meses podem resultar em um resultado muito bom na balança. Mas, cuida­do: quem tem insônia não deve ingerir o chá verde na parte da tarde ou noite.

- Gengibre: Essa raiz pode aumentar o gasto calórico em mais de 10%. Pode ser consumido de diversas formas: cru, em ma­rinadas para temperar carnes, aves e peixes, e ainda fica ótimo em molho de tomate, so­pas de legumes, sucos e chás, quando mistu­rado com outras ervas.

- Pimenta vermelha: Esse tipo específi­co de pimenta é rica em capsaicina, substância que favorece o aumento da quebra de gorduras no tecido adiposo. Ela au­menta em até 20% a ati­vidade metabólica se in­gerida na quantidade de três gramas por dia, po­dendo ser adicionada em saladas e pratos quentes como tempero. Ela po­de ser usada com mode­ração no almoço e deve ser evitada no jantar pa­ra não atrapalhar a qua­lidade do sono.

- Óleo de coco: é rico em gorduras satu­radas do tipo triglicerídeos de cadeia média (TCM), que são mais facilmente digeridas, absorvidas e transformadas em energia, au­xiliando assim no emagrecimento. O óleo de coco também é rico em ácido láurico, que au­xilia na promoção da saúde cardiovascular e fortalece o sistema imunológico. Além disso, é altamente resistente ao ranço oxidativo, tornando-o um antioxidante natural.

- Água gelada: A água gelada pode, sim, ajudar! Pesquisas mostraram que ao ingeri-la, seu organismo gasta energia para elevar a temperatura até considerada adequada pe­lo corpo (algo entre 36o e 37oC). No entanto, o efeito é muito leve. Para melhores resulta­dos, ingira oito copos de água por dia, pois essa medida pode aumentar seu gasto caló­rico em até 200 Kcal.

Além dos alimentos termogênicos natu­rais, também existem suplementos termogê­nicos que podem ajudar a emagrecer, sendo hoje muito populares na indústria do ema­grecimento. Além disso, algumas pesquisas têm apontado que com a variação de doses e combinações de ingredientes nesses pro­dutos industrializados podem ocorrer efei­tos colaterais cardiovasculares e do estado de humor.

Ellen Rampini é nutricionista (CRN3/16683).
Tels. 11-3446-4883 e 99749-0577

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica