Tendência

Ano Novo Chinês: tradições milenares marcam a data

Comentário(s) 22 janeiro 2016

Se, para muita gente, o ano só começa depois do Carnaval, na China isso é mais do que uma realidade. A partir do dia 8 de fevereiro o país inicia suas comemorações para recepcionar o novo ano. O feriado, que dura 15 dias, é considerado o mais importante do ano e reúne milhões de pessoas em uma linda festa. Contudo, um país representado por uma cultura tão rica e milenar acaba despertando muitas curiosidades. Confira a seguir alguns significados e tradições do Ano Novo Chinês e já comece a se preparar para mais uma virada!

ano novo chinesCalendário lunar - diferentemente do ocidental, o calendário chinês leva em consideração as fases da lua. Por esse motivo, o Ano Novo Chinês sempre cai em uma data diferente todo ano. Para acertar com o calendário solar, o país adiciona um mês extra a cada poucos anos, o que equivale a adição de um dia extra no ano bissexto do calendário gregoriano. A chegada do ano também coincide com a primavera, sempre no final de janeiro ou no início de fevereiro, por isso é comum ouvir na China que “Todos os planejamentos do ano se fazem na primavera”.

Comemoração em família - avéspera e o dia do Ano Novo são comemorados em família em um momento de reencontro e agradecimento. Para se ter uma ideia, durante todo o feriado, mais de 300 milhões de pessoas viajam pelo país para fazer  essas visitas. Este é considerado o maior movimento migratório do planeta. A grande importância da data está na cerimônia religiosa realizada entre os familiares dada em honra do Céu e da Terra, dos deuses da família e dos antepassados. Nesse momento, parentes falecidos também são lembrados com muito respeito, uma vez que eles são considerados responsáveis por lançar as bases para a fortuna e a glória da família.

Limpeza geral - também na véspera do Ano Novo, é comum os chineses limparem a casa inteira. Além disso, eles aproveitam a oportunidade para cortar o cabelo, fechar as contas, colocar oferendas para os deuses que cuidam da casa, preparar as roupas etc. Enfim, deixam tudo em ordem para a hora da passagem. Depois de tudo limpo e arrumado, todos os materiais de limpeza são colocados do lado de fora da casa para não espantar a sorte.

Cores auspiciosas - tradicionalmente, a cor vermelha, por ser yang e vibrante, é a cor predominante durante as comemorações, ela representa sorte, prosperidade, saúde e fortuna. Além desta cor, a amarela e a roxa também são consideradas cores da sorte.

Grande banquete - no último jantar do ano, a família se reúne para a refeição de fechamento do ciclo anual. No cardápio, não podem faltar os bolinhos em forma de lingotes de ouro, o peixe que representa o dinheiro, as tangerinas, também chamadas de laranjas da sorte, o prato feito com arroz moti representando a prosperidade e o talharim que simboliza a vida longa.

Tradições para atrair boa sorte — na noite da virada, as crianças e os solteiros recebem do homem mais velho da família os famosos envelopes vermelhos (hong bao) com dinheiro. Esse ato representa generosidade e o desejo de boa sorte. Mas, atenção, o envelope só pode ser aberto depois da virada e não deve ficar exposto vazio, senão você pode atrair azar e espantar o dinheiro de perto de você.

Outro costume é colocar desejos escritos com tinta preta em tiras de papel vermelho na porta da entrada de casa. Enquanto o preto representa a água e a sabedoria, o vermelho simboliza o fogo e o sucesso. Segundo a tradição, os pedidos devem ser feitos dessa forma porque quando um pingo de água cai sobre o fogo, acontece uma ebulição e é por ebulição que todas as coisas acontecem. Os desejos devem ser escritos por criativos e competentes calígrafos, de forma poética e metafórica para trazer sorte e realização.

Danças típicas - as danças do Dragão e do Leão são mundialmente conhecidas e uma das atrações mais aguardadas da festa de Ano Novo. Segundo as crenças chinesas, a coreografia ajuda a trazer prosperidade, sorte e renovação durante o ano todo.

Luzes e fogos - durante toda a comemoração, lanternas vermelhas são acessas e penduradas diante da porta principal e fogos de artifício são estourados. As duas atitudes tem por objetivo espantar os maus espíritos.

Essas são apenas algumas das tradições cultivadas por milhares e milhares de anos nas comemorações do Ano Novo Chinês. Elas refletem e disseminam muito bem os valores e as crenças desse país tão diversificado. Quem tiver interesse de vivenciar um pouco de toda essa cultura, basta acompanhar as comemorações realizadas pela comunidade chinesa em São Paulo; não faltam boas opções no Museu da Imigração e no bairro Liberdade.

Sumara Lorusso é presidente da Nin Hao, escola de chinês

 

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica