Saúde

Apneia e privação do sono interferindo no desempenho sexual

Comentário(s) 23 dezembro 2016

Dra. Denise F. Barbosa

Dra. Denise F. Barbosa

Você não imagina o quanto uma boa noite de sono é importante, pois du­rante o sono o organismo realiza ati­vidades essenciais para a saúde física e men­tal. O ser humano é extremamente adaptável às sobrecargas que a vida moderna vem im­pondo dia a dia. E a privação de sono é uma sobrecarga que, ao longo da vida, traz pre­juízos à saúde. Estresse, maior suscetibilida­de para contrair doenças, obesidade e diabe­te são alguns dos problemas que podem ser causados pela privação do sono. E não é di­ferente no que diz respeito ao desem­penho sexual.

Em média, precisamos de sete ho­ras de sono por dia e, o mais impor­tante, é a qualidade do sono. Se vo­cê acorda sufocado, e pela manhã sente dores de cabeça, com a sensa­ção de cansaço, desânimo, alterações na atenção/memória e com so­nolência diurna, provavel­mente você esteja sofren­do de um distúrbio do so­no chamado apneia do sono, um distúrbio respiratório do sono que atinge grande par­te da população. Caracteriza-se por diversas paradas respiratórias de pelo menos dez se­gundos durante o sono, fragmentando-o e im­pedindo o descanso tão necessário ao equilí­brio físico e mental. O ronco forte e irregular pode ser um dos sinais dessa doença.

desempenhoEstudos científicos comprovam que a ap­neia do sono é mais prevalente em homens e pode afetar negativamente a relação sexu­al. Segundo estudo da Fundação Nacional do Sono dos EUA, 25% dos ameri­canos que vivem com um compa­nheiro costuma abrir mão do sexo devido ao cansaço causado pela privação de sono. Outro estudo brasileiro do Instituto do So­no mostrou que homens que dormem mal têm mais risco de apresentar disfunção eré­til. Uma das causas da apneia do sono é a redução dos níveis de testosterona, hormônio sexual masculino, dire­tamente ligado à libido e vitali­dade do homem, podendo contri­buir para a fadiga e disfunção se­xual. Sua queda faz diminuir o de­sejo sexual.

A Clínica DFB possui tratamen­to para apneia do sono com aparelho oral, que não so­mente melhora o ronco e a apneia do sono, mas tam­bém as funções orgânicas, pois o indivíduo passa a dormir melhor, tendo um sono mais profundo e reparador, melhorando a quali­dade de vida e bem-estar.

Artigo da ortopedista funcional dos maxilares e titulada em Odontologia do Sono pela ABSONO dra. Denise Fernandes Barbosa. Contatos: 11-4521-9494 e 11-97647-5816. www.clinicadfb.com.br

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica