Tendência

Aprenda a escolher seu perfume

Comentário(s) 19 fevereiro 2016

Comprar um perfume pode ser uma delícia e ao mesmo tempo um desafio. As alternativas são inúmeras e é muito fácil se confundir depois da quarta ou quinta prova. Pensando nisso, Alessandra Tucci, fundadora da Perfumaria Paralela, preparou 10 dicas para aproveitar a experiência de compra sem errar.

Mas, antes mesmo de ir à loja, Alessandra sugere que sejam dedicados alguns minutos para pensar sobre os perfumes que já usou, avaliando se eles têm alguma característica em comum. O objetivo é entender o seu estilo para perfumes, pois todos nós temos um ou mais de um estilo – e vale muito a pena descobrir os seus o quanto antes.

Além disso, perceba o seu momento atual com relação aos perfumes.  Está feliz com as suas escolhas e deseja se manter nesse caminho? Ou está em fase de transição, querendo mudar o estilo? É comum, de tempos em tempos, mudarmos nossas preferências. Afinal, a maturidade, as experiências vividas ao longo dos anos influenciam no gosto pessoal. Portanto, se você sempre preferiu os frescos, leves, vibrantes com cheirinhos de pomar e jardins, pode ser que ao longo do tempo você comece a apreciar um toque mais envolvente, uma madeira mais marcante. Fique atento e abrace a mudança.

Agora, confira abaixo 10 dicas para não errar na hora da compra do seu próximo perfume:

  1. Informe-se.  Hoje existem inúmeras fontes de informação sobre perfumes: cursos, blogs, revistas. Cerque-se de fontes confiáveis antes de enfrentar a batalha das prateleiras e seja protagonista na escolha.
  2. Uma pista importante que você pode dar para a vendedora, seja na loja ou com a revendedora de perfumes porta a porta, é se você tem algum ingrediente de sua preferência. Muitos lugares oferecem “mapas olfativos”, uma espécie de tabela que classifica e agrupa os perfumes de acordo com o estilo olfativo. Diga se você gosta de perfumes cítricos, florais, amadeirados, frutais, doces. Essas pistas ajudam a encontrar o território de sua preferência.
  3. Não se deixe levar experimentando aleatoriamente muitos perfumes, pois o olfato começa a cansar depois do quarto ou quinto perfume. Por isso, poupe seu nariz para aqueles produtos que tem mais a ver com o que você está procurando. O ideal é provar, no máximo, até cinco perfumes.
  4. Prefira sentir os perfumes naqueles papeizinhos especiais chamados de fitas olfativas;
  5. Sinta um perfume por vez e espere alguns minutos entre um e outro para não se confundir;
  6. Se possível, marque o nome do perfume nas fitas e continue sentindo a evolução dos perfumes por alguns minutos;
  7. Não compre pela primeira impressão. Perfumes evoluem ao longo dos minutos e horas. Sinta-os por mais tempo para ter certeza da sua escolha.
  8. Seu olfato está cansado? Não use os grãos do café! Ao contrário do que se pensa, eles são mais uma interferência no seu olfato e vão atrapalhar o seu processo de escolha. Para descansar o nariz, prefira sentir o cheiro da própria pele (desde que esteja sem perfume) ou mesmo assoar o nariz com um lencinho. Se o cansaço for muito, é hora de um intervalo.
  9. Ficou em dúvida entre dois ou três produtos? É hora de sentir na sua pele, borrife uma única vez cada um deles em partes específicas dos braços, dando distância suficiente para não se confundir.
  10. Se você estiver procurando um perfume para dar de presente, use a mesma lógica, pense no estilo da pessoa, no que ela usa e gosta, para aumentar as suas chances de acerto.

 

 

 

 

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica