Assistir aos jogos da Copa do Mundo requer cuidados com o coração | Jornal Mexa-se

Esportes

Assistir aos jogos da Copa do Mundo requer cuidados com o coração

Comentário(s) 13 junho 2018

futebol

Os fanáticos por futebol costumam ficar tensos quando a seleção brasileira de futebol entra em campo durante os jogos da Copa do Mundo.

Durante o Mundial da Alemanha, em 2006, um grupo de pesquisadores avaliou a incidência de emergências cardíacas em hospitais da cidade de Munique, nos dias de partidas da seleção alemã, e comparou com os mesmos períodos em anos anteriores, que não aconteceram o campeonato. Os dados mostraram que nos dias de jogos da seleção da Alemanha, a incidência de pacientes em emergências cardíacas nos hospitais foi aproximadamente três vezes maior, sendo os diagnósticos mais comuns o infarto do miocárdio, angina instável, hipertensão arterial e arritmias cardíacas. O mesmo quadro, segundo os pesquisadores, também foi visto em outros países em situações distintas de estresse da população, tais como terremotos e outras grandes catástrofes.

De acordo com o dr. Helio Castello, cardiologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, o fato se deve provavelmente pelo aumento súbito da carga de estresse, que causa maior liberação de substâncias que desencadeiam aumento nos níveis de pressão arterial, maior frequência cardíaca e consequentemente maior força de trabalho do coração e, portanto, maior consumo de oxigeno pelo músculo cardíaco. Desta maneira, pacientes que previamente apresentam obstruções coronárias, predisposição para arritmias ou hipertensão, disparariam um gatilho que causaria uma emergência cardiovascular.

O especialista alerta que, mesmo em dias de jogos, os torcedores com problemas cardiovasculares e os hipertensos não devem deixar de tomar a medicação prescrita pelo seu médico. “Em dia de jogo, é comum reunir amigos e familiares, consumir alimentos ricos em açúcares e gorduras, muitas vezes acompanhados de bebida alcoólica. A euforia da partida não pode ser pretexto para o paciente deixar de tomar sua medicação e descuidar da saúde”, afirma Castello.

 

Edição 234

Julho 2018

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica