Saúde

Auriculoterapia no tratamento da depressão

Comentário(s) 05 dezembro 2019

Flávio Saltori

Flávio Saltori

A depressão é um dos distúrbios psicoló­gicos cada vez mais diagnosticados em nossa so­ciedade. Na busca por trata­mento, muitos que enfrentam esse problema conseguem en­contrar alívio por meio da au­riculoterapia.

Muitas pessoas apresentam vários dos sintomas e não sa­bem que estão com depressão. O que é depressão e quais seus sintomas?

A depressão é um distúrbio afetivo que po­de ser causado por vários fatores, como a car­ga genética, alterações químicas no cérebro e até mesmo o excesso de estresse.

Os principais sintomas da depressão são:

- Humor depressivo, irritabilidade, ansie­dade ou angústia;

- Cansaço, desânimo e incapacidade de sentir alegria e prazer;

- Sentimentos como medo, insegurança e desespero;

- Desejo de morrer, planos de suicídio;

- Insônia ou excesso de sono;

O que é auriculoterapia e como ela atua no tratamento da depressão?

A auriculoterapia é uma téc­nica milenar chinesa que bus­ca a estimulação de determina­dos pontos na orelha para equi­librar o organismo e tratar di­versas doenças e condições fí­sicas e mentais, incluindo a de­pressão, a ansiedade, a síndro­me do pânico e outras.

O pavilhão auricular possui um microssistema, o qual se li­ga com todas as partes do cor­po humano através de uma ri­ca inervação que se conecta ao sistema nervoso central, fazendo com que os estímulos na orelha resultem em reações em todos os órgãos e sistemas de todo o corpo.

Existem estudos que demonstram que a estimulação de determinados pontos na ore­lha pode ativar pequenas fibras nervosas res­ponsáveis por enviar impulsos para o cére­bro, a coluna espinhal, a pituitária e o hipo­tálamo, aumentando a liberação de endorfi­na no sangue e diminuindo os sintomas da depressão.

Por isso, faça auriculoterapia e viva melhor!

Por Flávio Saltori, auriculoterapeuta. Contato: (11) 94193-6318

Edição 251

Dezembro 2019

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica