Esportes

Barriga chapada: mitos e verdades

Comentário(s) 16 março 2019

barriga chapada

Ter uma “barriga chapada” é o sonho de muita gente. São inúmeras as informações, receitas e até superstições que ouvimos falar para obter a “barriga chapada”. Mas como saber o que é verdade e o que não é? A profissional Carol Borba, personal trainer da Queima Diária, comenta as principais dúvidas e traz dicas para eliminar de vez as gorduras localizadas e conquistar o shape dos sonhos.

- Cerveja e bebidas alcoólicas aumentam a gordura na região do abdômen.
Mito.
As bebidas alcoólicas são muito calóricas por conta do álcool, mas o que aumenta a gordura abdominal é o excesso de calorias ingeridas. O acúmulo de gordura abdominal da pessoa que exagera no consumo do álcool terá o mesmo efeito daquela que consome bacon ou não abre mão de uma sobremesa, por exemplo. As pessoas tendem a falar que é “barriga de cerveja”, mas na verdade é barriga de quem exagera no consumo de calorias.

- Ingerir refeições com grande quantidade de fibras favorecem na diminuição da barriga.
Verdade.
As fibras, quando combinadas com água, fazem com que o intestino funcione melhor. Muitas vezes o inchaço abdominal pode ser causado pelo mau funcionamento do intestino, gerando assim a aparência de uma barriga inchada, sendo que um dos principais motivos para o intestino não funcionar corretamente é a má alimentação.

- Fazer exercícios abdominais diminuem a gordura do abdômen
Mito.
Os exercícios ajudam no fortalecimento da musculatura do abdome e favorecem um melhor desempenho da postura, mas a gordura só é perdida com uma dieta balanceada e exercícios aeróbicos, responsáveis pela queima generalizada de gordura. Os exercícios abdominais ajudam em pequena quantidade na queima de gordura, mas o resultado obtido só é o desejado quando combinados com exercícios aeróbicos e dieta adequada.

- Bermudas modeladoras realmente definem a silhueta e ajudam na contração de gordura abdominal
Mito. As cintas e bermudas modeladoras não ajudam na redução de gordura, apenas modelam a cintura quando usadas por determinadas horas durante um período. Quando a pessoa para de usar, o corpo volta para o estado anterior. Então, elas contribuem apenas para a modelagem por um curto período de tempo e devem ser usadas apenas sob prescrição médica.
- Uma boa noite de sono ajuda na diminuição da barriga.
Mito.
Um bom sono é necessário para a recuperação muscular, fazendo bem ao corpo de uma forma geral, o que consequentemente pode auxiliar no emagrecimento se aliado a uma vida saudável.

- Ingerir alimentos de 3h em 3h ajuda a diminuir barriga.
Depende da qualidade de alimentos que são ingeridos. O hábito de comer de 3h em 3h é excelente e dependendo dos alimentos ingeridos ajudam sim na diminuição da barriga, porém o que faz a diferença é a qualidade dos alimentos que comemos. Se os alimentos ingeridos de 3h em 3h são calóricos, ricos em açúcares e gorduras, não ajudarão na redução de gordura na barriga. Por outro lado, uma ingestão de alimentos saudáveis de 3h em 3h, somada a um gasto calórico diário moderado, favorece emagrecimento e consequentemente diminuição da barriga.

Em resumo…
“Não existem fórmulas mágicas para obter um corpo sarado! Tratamentos estéticos e dietas pontuais, por exemplo, podem gerar resultados eficientes porém momentâneos. Para conquistar a tão desejada “barriga chapada” de forma definitiva é necessário combinar uma rotina de alimentação saudável e exercícios físicos aeróbicos,” comenta Carol Borba.

“Frequentar academia todos os dias é uma prática que exige tempo e força de vontade, o que acaba sendo inviável para muitas pessoas. Mas isso não pode ser desculpa para não se manter ativo! “Seja na academia, em casa ou no parque, o importante é realizar exercícios físicos frequentemente, principalmente os de alta intensidade,” finaliza a profissional.

Edição 241

Fevereiro 2019

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica