Saúde

Bioenergética: o caminho para uma saúde vibrante

Comentário(s) 28 setembro 2015

bioenergética

Qual é a sua prioridade no momento presente? Em qual lugar na sua lista de prioridades VOCÊ se coloca? Pare um pouquinho, só cinco minutos, e tente lembrar quantos choros você já engoliu, quantas gargalhadas não foram dadas, quantos danças não foram dançadas, quantas indignações não foram expressas.
Até certo momento da vida, vamos levando, dia após dia, essas pequenas-grandes repressões e frustrações que vão nos mumificando e impedindo de sermos nós mesmos, de expressarmos o que nossa alma anseia por viver, de amar profundamente, de termos uma sexualidade plena, expressar nosso ca-rinho por quem amamos ou mesmo com¬partilhar nossas mais profundas dores.
A Bioenergética tem o objetivo de trabalhar exatamente esses pontos que foram reprimidos, principalmente na primeira infância, por frases, comparações, situações como “engole o choro!”, “para quieto!”, “fecha essas pernas (para as meninas)!”, “homem não chora (para os meninos)!”, “para de correr, senão vai cair!”, “olha só como fulano é ‘bom’ menino, você podia ser como ele!”
E quantas expressões mais não foram silenciadas, criando tensões que se tornaram físicas e, muitas vezes, crônicas, no seu corpo, diminuindo o seu potencial respiratório, que está intimamente ligado com o seu potencial de se entregar ao prazer e à vida. E hoje, mesmo que queira, já não consegue mais, ou acha que já não é mais necessário, afinal, agora você é adulto, não precisa mais brincar, ver a beleza em pequenos momentos ou receber um colo quando se sentir sozinho, certo?
Não, nós não concordamos com isso, e queremos, sim, brincar mais, gargalhar, dançar, amar, gozar e expressar com o nosso corpo e com a nossa voz quem somos! Queremos ter o direito de ter medo, de sentir raiva, de chorar por não saber o que fazer, de chorar por dor ou mesmo de alegria.
E é essa a proposta da Bioenergética: por meio de dinâmicas corporais aliadas a respirações abundantes (assim como a dos bebês) vamos descobrindo essas tensões e bloqueios e, aos poucos, abrindo espaço pra que elas sejam liberadas, dando oportunidade para que cada vez mais estejamos no momento presente, desfrutando as oportunidades que surgem no aqui-agora.
“O caminho para uma saúde vibrante”, descreve Alexander Lowen, criador da Bioenergética, pode ser em grupo ou individualmente. Trata-se de uma terapia corporal, na qual aprendemos a permitir o “sentir”, deixar que o seu corpo se assuma, e tome posse do potencial que ele tem.

Iara Ramirez (Premin Das) é bioenergética, naturopata e terapeuta tântrica no Espaço Prem Sammasati. Informações: www.premsammasati.com.br

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica