Saúde

Boca em equilíbrio e harmonia

Comentário(s) 29 agosto 2017

Dra. Laura Fernandes Bana

Dra. Laura Fernandes Bana

O equilíbrio, às vezes, passa o signifi­cado de harmonia. Contudo, não é sempre que essa situação se man­tém, afinal, até o malabarista pode cair da corda bamba. A harmonia, ao contrário, é sinônimo de equilíbrio, e vai além, signifi­cando a fluidez. A boca, cuja principal e mais bá­sica função é a mastiga­ção, funciona sob os três pilares fundamentais: os dentes em dinamismo, os músculos em sinergismo e as articulações tempo­romandibulares (ATMs) em sincronismo.

As desordens que aco­metem nesse complexo são, em sua maioria, de­sencadeadas por fatores dentários, em que os den­tes não estão em correto posicionamento. Podem também ser desencadea­das por distúrbios no sis­tema nervoso central, o chamado bruxismo, alterando a atividade muscular. Além desses, artrites, artroses ou hiperlaxidade são fato­res que prejudicam as ATMs.

Ainda que esses pilares funcionem em equi­líbrio, permitindo uma mastigação, não sig­nifica que a corda não esteja bamba, ou se­ja, que o sistema esteja em harmonia, pois o mais comum é a sobrecarga ou dos den­tes, ou dos músculos, ou das articulações. O que isso quer dizer é: nem sempre uma bo­ca que mastiga está em harmonia com seus pilares fundamentais e as disfunções tem­poromandibulares são comuns e subdiag­nosticadas.

Essa desordem possui caráter crônico e degenerativo, iniciando-se com alguns sinais e, ao lon­go de seu desenvolvimen­to, ocorrem degenerações irreversíveis, nem sempre desencadeando sintoma­tologia dolorosa, embora possa perceber-se o cansa­ço da face, dificuldade em alimentar-se ou engolir, es­talos nos ouvidos, anuvia­mento visual e até mesmo enxaquecas. O cirurgião-dentista que está atento a esse complexo sistema tem a capacidade e a responsa­bilidade de intervir, diag­nosticando a disfunção e orientando o tratamento, permitindo a harmonia dos dentes, dos mús­culos e das ATMs, não sobrecarregando ne­nhum desses componentes e permitindo a fluidez de suas funções.

Artigo da cirurgiã-dentista dra. Laura Fernandes Bana (CRO-SP 119.846). Contatos: 11-4521-9494 e 11-97647-5816

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica