Câmara hiperbárica e seus inúmeros benefícios | Jornal Mexa-se

Saúde

Câmara hiperbárica e seus inúmeros benefícios

Comentário(s) 28 maio 2018

São muitos os benefícios da Câmara Hiperbárica, que ajuda pacientes a recuperar sua qualidade de vida. Seu objetivo final é potencializar o metabolismo. E a boa notícia é que a população de Jundiaí já está se beneficiando deste tratamento, que é oferecido pela Carvalho Medicina Diagnósticos.

Como funciona?

O método, que teve início como tratamento para pacientes que sofriam de problemas com mergulhos, vem dia após dia mostrando que são inúmeras suas aplicações!

São muitos os benefícios da câmara hiperbárica, que ajuda pacientes a recuperar sua qualidade de vida. Seu objetivo final é potencializar o bom funcionamento do organismo, através da oferta de oxigênio puro e em alta pressão. O oxigênio em altas doses tem efeito antimicrobiano, anti-inflamatório, ativa a regeneração óssea e de tecidos moles atuando sobre as células chamadas fibroblastos (produtoras de colágeno) , tem se mostrado útil na regeneração da pele, cicatrização de feridas e pós-cirúrgico, regeneração óssea, com redução de sofrimento e dores crônicas.

Hiperbárica é uma inovação da medicina que utiliza o gás oxigênio puro sob pressão para potencializar o próprio metabolismo. No interior da câmara hiperbárica o paciente recebe O2 sob pressões muito superiores à atmosférica, elevando a taxa desse gás no sangue (normalmente 90 mmHg, atinge valores de até 1.800 mmHg). Isto é, aumenta em 20 vezes o oxigênio disponível.

A oxigenação é a chave do sucesso, passando a ter um efeito farmacológico!

O método é simples, com resultados complexos. Consiste em sessões de 90 a 120 minutos, no interior de câmaras hiperbáricas, onde respirar é a palavra chave, e não existe dor, nem desconforto.

Fibromialgia

Trabalhos científicos realizados em Israel em 2015, e publicados no meio acadêmico com reproduções nos EUA, mostraram remissão de sintomas de fibromialgia em cerca de 70% das pacientes tratadas, com baixa taxa de recidivas até a presente data.

Dilva da Silva Fenille

Dilva da Silva Fenille

Em Jundiaí muitos pacientes já estão se beneficiando desse tratamento, como é o caso de Dilva G. da Silva Fenille, de 47 anos (tel.: 11-97520-8950): “Sofria de fibromialgia há muitos anos, com dores, insônia, cefaleia e até episódios de depressão, sem diagnóstico definido. Até que aqui mesmo em Jundiaí tive conhecimento da câmara hiperbárica e, em apenas 20 sessões, meus sintomas desapareceram. Aconselho a todos que busquem mais informações, pois é muito pouco divulgado.”

Cirurgia plástica e Hiperbárica

Nos EUA, as sessões de câmara hiperbárica eram inicialmente indicadas para pacientes com riscos de má cicatrização (como obesos,  tabagistas e diabéticos). Depois que os cirurgiões plásticos americanos verificarem que os resultados estéticos pós-cirúrgicos desses pacientes problemáticos estavam muitas vezes melhores que os pacientes “normais”, mas que não faziam a câmara hiperbárica após a cirurgia, colocaram em sua rotina oferecer sessões de hiperbárica para as pacientes de cirurgia plástica.

Liberta S. de Almeida

Liberta S. de Almeida

Em Jundiaí, muitas pacientes de cirurgiões plásticos já conhecedores desse método vêm se beneficiando do tratamento, como é o caso de Liberta S. de Almeida, de 58 anos:

“Tive redução do inchaço logo após a primeira sessão de hiperbárica. A cicatrização ficou perfeita, sem nenhuma complicação, e ainda me trouxe um bem-estar intenso que até abandonei o tabagismo.”

Liberta, que já havia realizado várias cirurgias plásticas com cirurgiões de São Paulo e teve complicações (inclusive septicemia), ficou muito feliz, pois teve a combinação perfeita de CIRURGIA PLÁSTICA COM HIPERBÁRICA . Aqui em Jundiaí, onde existem cirurgiões plásticos atualizados (que conhecem a importância da hiperbárica). Obteve uma combinação de tratamento de melhor qualidade aqui mesmo, em Jundiaí.

 

Tratamentos médicos

Medicina Hiperbárica é um ato médico e tratamento oficial na medicina: no Brasil, as indicações foram regulamentadas, em 1995, pelo Conselho Federal de Medicina (resolução CFM 1457/95).

As indicações oficiais são inúmeras:

- Lesões após radioterapia: radiodermite, osteorradionecrose e lesões actínicas de mucosas , lesões por radiação;

- Lesões infecciosas: infecções necrotizantes , infecções ósseas , infecções de feridas pós-cirúrgicas. gangrena gasosa;

- Lesões de diabéticos: úlceras de pele, pé diabético, escaras de decúbito, deiscências de sutura;

- Lesões autoimunes: vasculites;

- Lesões pós-traumas e acidentes: isquemias traumáticas agudas: lesão por esmagamento, síndrome compartimental, reimplante de extremidade amputada e outros;

- Lesões necrotizantes de partes moles: síndrome de Fournier, celulites, fasceítes e miosites;

- Lesões por intoxicação ou picadas de animais: vasculites agudas de etiologia alérgica, medicamentosa ou por toxinas biológicas (aracnídeos, ofídios e insetos);

- Lesões em pós-operatório e pós- cirurgia plástica: retalhos ou enxertos comprometidos;

- Lesões ósseas: osteomielites, osteoradionecrose;

- Lesões de mergulhadores: doença descompressiva e embolia traumática pelo ar;

- Lesões por queimadura: queimaduras térmicas ou elétricas;

- Anemia aguda: nos casos de impossibilidade de transfusão sanguínea.

Envelhecendo com saúde

Nos EUA, celebridades e atletas buscam o efeito antienvelhecimento, como é o caso de Lebron James, grande entusiasta que, já em idade de se aposentar da NBA (liga de basquete dos EUA), recorreu à hiperbárica e, mesmo com a idade, ano após ano é o destaque da liga.

Embora evidente para os usuários da câmara, estudos científicos em andamento buscam compreender esse efeito que, ao que tudo indica, ocorre da seguinte forma:

A câmara hiperbárica causa hiperoxigenação instantânea (somente durante a sessão), e isto causa uma RESPOSTA do sistema metabólico, AUMENTANDO ENZIMAS ANTIOXIDANTES, que são o sistema desidrogenase-peroxidase, e essas agem durante TODO O DIA combatendo os RADICAIS LIVRES. Basicamente age de estratégia semelhante a vacinas, causando uma pequena agressão controlada por radicais livres, que estimula nosso próprio organismo a combatê-los.

Hiperbárica no Esporte

hiperbarica lebronhiperbaricagabriel-jesushiperbaricacristiano ronaldo

Atletas de alto desempenho como tenistas, maratonistas e jogadores de futebol já utilizam a câmara hiperbárica para recuperação após grandes períodos de treinamento que antecedem grandes competições, e depois delas para recuperação mais rápida de lesões. Dentre eles destacam-se: Djockovich, Lebron James, Cristiano Ronaldo e Gabriel Jesus.

 

Edição 234

Julho 2018

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica