Estética

Como cuidar da pele no frio

Comentário(s) 22 junho 2019

hidratante

Com a proximidade do inverno no hemisfério sul aumenta a incidência de dias mais frios e a pele acaba sofrendo. Perda da elasticidade e brilho, poros fechados, eritemas, descamações, rugas finas e até inflamação são sintomas comuns. Eles ocorrem porque o clima seco promove uma evaporação rápida. Além de desidratar, esse processo diminui certas reações do organismo, prejudicando a produção de colágeno e elastina, proteínas fundamentais para a saúde da pele.

Quem explica esse processo é o farmacêutico e vice-presidente do Conselho de Administração da Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (Anfarmag), Ademir Valério. “Há também maior concentração de poluentes no ar no outono e inverno. Em contato com a pele, os radicais livres do ar reagem com os ácidos graxos presentes na pele e promovem a desorganização molecular da barreira cutânea. É como se aparecessem buracos por onde a água escapa”, revela.

Para cuidar da pele em uma situação tão adversa, há substâncias à base de emolientes e umectantes que podem auxiliar na fixação da água nas camadas da pele e prevenir o envelhecimento. “Os silicones e os óleos vegetais de uva, gérmen de trigo, coco e macadâmia, por exemplo, têm a função de reforçar a barreira cutânea, impedindo que a pele perca mais água do que o necessário”, explica Ademir. Essas substâncias não deixam um residual oleoso e podem ser preparados de acordo com as necessidades de cada pessoa nas farmácias de manipulação.

Além disso, há cuidados simples que todos podem tomar para minimizar os efeitos do frio, do tempo seco e da poluição. 

Banho

  • Evite água quente e com muito sabonete, pois isso retira a pouca gordura que permanece na pele na estação mais fria e que serve como proteção natural da pele (manto lipídico). O banho ideal é com água morna. Em caso de mais de um banho por dia, use sabonetes em apenas um dos banhos, e, se não tiver feito exercícios físicos, apenas ensaboe as áreas de dobras (axilas, virilhas e nádegas) e pés.
  • Para lavar a pele do rosto, use água fria e não use esponjas.
  • À noite, limpe a pele do rosto antes de dormir com sabonetes para peles sensíveis ou espumas de limpeza menos abrasivas, preferencialmente produtos especialmente preparados para sua pele e com controle de pH. 

Hidratação

  • Invista numa boa hidratação da pele pelo menos uma vez ao dia, preferencialmente após o banho. Ao escolher um hidratante, verifique a composição e seus princípios ativos. O ideal é consultar um especialista que mande preparar o produto certo para o seu tipo de pele. Esse especialista pode optar por hidratantes com ureia, vitamina C e E, ácido hialurônico, pantenol, ceramidas, aquaporine e óleos vegetais com toque seco ou mais oleoso, conforme sua necessidade, reforçando a reserva natural de água na pele, restaurando a hidratação, elasticidade e maciez.
  • Além do rosto, lembre-se de hidratar colo, mãos, pés, joelhos e cotovelos. 

No dia a dia

  • Use também um protetor labial, já que os lábios sofrem muito com o frio.
  • Evite ambientes com ar condicionado, que retiram a umidade do ar e ressecam ainda mais a pele.
  • Tome bastante líquido, pois a hidratação da pele se dá tanto por vias internas quanto externas.

Além dos cuidados básicos, é possível aproveitar a menor incidência de sol durante o outono e o inverno para realizar tratamentos faciais para manchas, rugas, marcas de expressão e de acne com peelings.

Edição 245

Junho 2019

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica