Saúde

Como envelhecer com saúde

Comentário(s) 26 novembro 2019

Dra.Cristiane Gussi Bassi

Dra.Cristiane Gussi Bassi

Diariamente, somos invadidos pelas re­des sociais e meios de comunicação com proces­sos milagrosos que vendem fórmulas mágicas para trazer emagrecimento rápido, redu­ção do estresse e ansiedade e, principalmente, promessas de envelhecer com saúde.

Mas será que isso tudo é real?

Primeiro vamos nos per­guntar: o que é envelhecer com saúde?

Isso depende de cada um. Para uns, pode ser envelhecer sem rugas ou manchinhas na pele. Para outros, significa ter independên­cia e autonomia para andar sozinho pela rua e fazer o que tiver vontade.

A interpretação é muito ampla e, por is­so, surge espaço para tantas propagandas e promessas milagrosas.

Saúde é um processo e, como todo proces­so, demanda tempo, dedicação e empenho pa­ra conseguir. Portanto, a saúde, consideran­do bem-estar social, físico e emocional co­mo diretrizes da OMS, depende de nossa lu­ta diária em preservar nossa independência para viver momentos prazerosos com nossa família e amigos.

É nesse processo de busca, conhecimen­to e aquisição de saúde rumo a um futuro realmente feliz que acreditamos e que vemos diariamente os resultados em tantas famílias. Todos já sa­bemos que para esse proces­so são necessários cuidados com a alimentação, sono, es­tado emocional e realizar ati­vidade física, mas como é di­fícil começar…

Nossa dica para mudar os hábitos e ganhar mais saúde é iniciar a mudança de forma gradual e respeitosa com você. Escolha um dos pilares acima e foque em cuidar dele.

Por exemplo: se escolheu melhorar sua ati­vidade física (desde que esteja liberado pelo seu médico) inicie aos poucos, mas com frequ­ência mantida. Vá colocando movimentos no­vos aos poucos, como subir de escadas – deixe escadas rolantes e elevadores de lado!

E assim, pouco a pouco, mas de forma pro­gressiva, seu corpo vai ganhando movimen­to e saúde para que você possa realmente se sentir feliz.

Por dra. Cristiane Gussi Baito, médica de família (CRM 115.791), pós-graduada em geriatria pela Unifesp, membro do Colégio Brasileiro de Medicina do Estilo de Vida

Edição 250

Novembro 2019

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica