Tendência

Como sair bem na foto do RG

Comentário(s) 15 julho 2016

As fotos da Carteira de Identidade (RG) e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) costumam motivar brincadeiras e muitos cidadãos reclamam do resultado depois que recebem o documento pronto. Para auxiliar os que vão tirar ou renovar o documento, o Poupatempo fez uma lista de recomendações sobre o que fazer para sair bem na foto, com base nas opiniões de atendentes com larga experiência em fotografar cidadãos.

foto rgCom a coleta digital, já implantada em 52 das 71 unidades do Poupatempo, o cidadão já pode ver a imagem que será impressa no RG ou na CNH antes mesmo da confecção do documento e não é mais necessário levar fotos 3X4.

“Tem gente que não se conforma com a foto”, conta Nelcy Neves, do Poupatempo Itaquera, uma das encarregadas de entregar cerca de 1,4 mil Carteiras de Identidade por dia na maior das unidades do Poupatempo. Alguns se irritam e dizem “não é possível, não pode ser eu”, conta ela. Em nove meses de trabalho no Poupatempo Sé, o atendente Roberto Ganganiello já tirou cerca de 12 mil fotos para RG e conta que uma mulher pediu para repetir a foto seis vezes. Às vezes a pessoa se conforma após algumas tentativas. “Uma mulher tirou a foto três vezes e achou que a terceira ficou ótima, mas todas eram exatamente iguais”, diverte-se Giovane Ribeiro França, que trabalha no Poupatempo Sé.

Os funcionários explicam que as máquinas de fotos digitais não fazem edição. “Não adianta insistir para afinar o rosto ou esconder sinais e cicatrizes”, comenta Vitória Pacheco Amaro, do Poupatempo Luz. Uma das principais recomendações é sorrir. “Sorrir é permitido e posso garantir que nos meus seis anos de experiência as pessoas que tiram fotos sorrindo no RG saem bem mais satisfeitas”, comenta a atendente Franciele de Almeida, do Poupatempo Birigui. “Os que arriscam não se arrependem”, diz ela. Sorrir demais, no entanto, pode atrapalhar. “Uma mulher queria tirar foto sorrindo, mas não conseguia parar de gargalhar”, lembra Juliana Vieira Felix, há oito meses no posto Sé.

É importante diferenciar foto de RG de foto para redes sociais. “Não dá para tirar foto de lado, com pose artística ou fazendo biquinho com a boca”, explica Maria Conceição dos Santos, do Poupatempo Luz. “A maquiagem melhora muito a qualidade da imagem, mas não dá para tirar foto com adereços, como óculos escuros, por exemplo”, diz ela, com experiência de mais de 5,5 mil fotos para RGs.

A escolha da roupa também pode fazer diferença. “Roupa branca ou muito clara, como amarelo ou rosa, não oferecem contraste com o fundo branco do painel”, comenta Vitória Pacheco Amaro, também da unidade Luz. “É melhor dar preferência às roupas escuras, que ficam melhores com o flash da máquina”, comenta ela, sugerindo às mulheres que evitem blusas ou vestidos estilo “tomara que caia”. Ela alerta para o cuidado com os óculos sem lentes anti-reflexo, que podem prejudicar a foto e esconder os olhos do cidadão, impossibilitando seu uso.

Em São Paulo, o Instituto de Identificação autoriza fotos com piercing, mas acessórios como brincos muito grandes não podem ser usados na hora da foto, pois podem esconder detalhes importantes para a identificação do cidadão, como tatuagens. Muçulmanos podem tirar a foto com lenço e freiras, com o tradicional hábito, mas bonés e chapéus não são autorizados.

As fotos para RGs de bebês requerem uma atenção especial dos funcionários. Muitos pais exigem que o recém-nascido saia com os olhos abertos, mas isso não é necessário. Para atrair a atenção dos bebês na hora da foto, os atendentes contam com a ajuda dos colegas, que balançam algum brinquedo enquanto o outro dispara o flash.

Apesar de muitos não gostarem de tirar fotos para o RG, há quem leve na brincadeira. “Um senhor me pediu um espelho e um pente; eu emprestei meu espelho e disse que não tinha pente, e então ele disse que não poderia ser fotografado, pois a franja ia cair no olho”, lembra a atendente Franciele. “Depois disso, ele tirou o boné e mostrou que era careca, e então rimos muito”, lembra ela.

Confira algumas das sugestões antes de agendar seu próximo atendimento para renovar a documentação.

  •      Não é permitida a utilização de qualquer adereço que impossibilite a identificação do rosto do cidadão (óculos de sol, chapéus, máscaras etc).
  •      A postura é fundamental.
  •      Sorria, isso faz diferença.
  •      Esqueça que há pessoas ao seu redor. Isso ajuda nos casos de timidez.
  •      É sempre bom pentear os cabelos antes.
  •      Homens devem evitar ir de boné ou chapéu, pois terão de tirar na hora da foto e o cabelo pode ficar ‘amassado’.
  •      Mulheres devem usar o cabelo solto. Disfarça mais o rosto, pois a foto é muito próxima e deixa o rosto mais largo.
  •      É bom ficar com a cabeça reta, olhando para a lente da câmera.
  •      Prefira roupas escuras. Roupa muito clara não oferece contraste com o fundo branco do painel.
  •      Não dá para tirar foto de lado, com pose artística, fazendo biquinho ou careta.
  •      Maquiagem ajuda, se não tiver excesso. Dá um ar de leveza e tranqüilidade e transmite uma imagem de que a pessoa está bem.
  •      Não é permitido sair na foto com os cabelos encobrindo parte do rosto.
  •      Não utilizar enfeites, brincos, laços muito grandes nos cabelos ou faixas que encubram parte do rosto ou pescoço.
  •      Cabelo muito volumoso às vezes pode não caber no espaço da foto.
  •      Óculos sem lentes anti-reflexo podem atrapalhar a foto. Se o reflexo esconder os olhos, a foto não poderá ser usada.

Atualmente, 52 dos 71 postos Poupatempo no Estado já utilizam a coleta digital de imagens para RG. A lista completa pode ser consultada no portal www.poupatempo.sp.gov.br ou no aplicativo SP Serviços, para celulares e tablets. Nas demais unidades, ainda é necessário levar a foto 3X4 revelada.

Para tirar a CNH no Poupatempo, todos os postos já contam com a fotografia digitalizada.

O agendamento de dia e horário para atendimento pode ser realizado pelo aplicativo SP Serviços, pelo portal www.poupatempo.sp.gov.br, Disque Poupatempo – no telefone 0800-7723633 (para ligações de telefones fixos) ou 0 (código da operadora) 11 2930-3650 (para ligações de celulares, tarifa cobrada pela operadora) – ou na própria unidade em que deseja ser atendido.

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica