Tendência

Cores, onde buscar inspiração?

Comentário(s) 09 janeiro 2016

azuisO tema cor é fascinante. Além de estar presente em tudo o que nos cerca, as tonalidades são carregadas de significados e influenciam muitos profissionais do segmento da decoração de interiores. Isso acontece por que a cor tem um apelo emocional muito forte e, portanto, proporciona sensações que na decoração transmitem bem-estar, conforto e acolhimento – sintonizada com cada estilo de vida.

No processo criativo de um projeto de interiores é possível criar uma paleta de cores de uma fotografia da cidade de São Paulo no inverno ao entardecer. Ou buscar inspiração em grandes marcas de moda, decoração ou segmentos formadores de opinião. Mas como determinar para onde olhar e buscar tal inspiração?

Sabemos que o tema cor desperta muito interesse e é uma ferramenta fundamental para quem atua com arquitetura ou design de interiores. Somos bombardeados por tendências apresentadas em diferentes países, mídias, eventos, feiras e por nossos principais fornecedores.

Para absorver e aplicar o código das cores é fundamental a pesquisa de mercado. Sabemos que precisamos de inspirações, grandes ideias que iluminam as ruas, mas o fundamental é saber lidar com essas ideias e interpretar esses sinais, um processo de construção contínua, de pesquisa e observação.

Faço uma leitura da cor associada a um contexto social e cultural, muitas vezes o que parece ser uma forte tendência em alguns países não é realidade em outros. Outro aspecto é que a cor transita por diferentes mercados. Para criar referências é fundamental pesquisar o que acontece em três segmentos diferentes que podem ter relação com o design de interiores, como por exemplo, a moda, a decoração e o design.

Eleger algumas marcas e acompanhar com frequência seus lançamentos traz insights importantes para determinar as paletas de cores do momento. Além disso, acompanhar os press releases ou blogs dessas empresas é uma maneira de entender melhor o porquê de determinado lançamento.

Em viagem recente a Nova York aproveitei para realizar uma pesquisa de cores da moda e das vitrines de marcas relevantes na 5ª Avenida. Desta pesquisa compartilho algumas paletas inspiracionais para o design de interiores. flores

- Os verdes ligados a temas sobre sustentabilidade: tons de florestas mais escuras com graduações de verdes médios e claros. Cores de equilíbrio restauram o espírito, trazem referências ao jardim, à mãe natureza. São tons valorizados pela luz natural.

- O poder das flores, paleta aromática e de transformação: tonalidades da violeta, jasmim, púrpura e a suavidade das rosas. Cores soft, desperta pureza, doce, delicada. A paleta é perfeita para áreas que não precisam de muita luz do dia, permitem combinações as graduações dessas cores, refrescantes para quartos e lavabos, ambientes corporativos associados ao emocional dessas cores.

metais- A força da arquitetura, os metais nobres: tons de dourado, bronze, ferrugem, aço corten, concreto e cimento queimado. Associados aos revestimentos contemporâneos, elegância, masculinidade, força. Ideal para paredes de ambientes corporativos e fachadas. Espaços luxuosos e arrojados.

- Cores poderosas, mágicas e teatrais : vermelho coral, marsala, fucsia, rubi, púrpura. Cores da paixão, usos na moda e na decoração. Cores de impacto e forte presença. Tons femininos, que remetem a força da mulher.

- Tons dos azuis, dos corantes antigos: Índigo, a cor das profundezas, um dos corantes mais antigos do mundo. Estimulante para a imaginação e a intuição. Com suas raízes no extremo oriente, refinada e sóbria. Ótima para ornamentos. Azul turquesa, cor refrescante e envolvente: a paleta cria uma nova dimensão na casa, permitindo compor tons frios com quentes para criar ambientes agradáveis ao olhar. Tons frescos e cítricos contrastam muito bem com o turquesa.

Andréa Krause é designer, especializada em design de superfícies e estudiosa da cor.

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica