Saúde

Pressão alta pode matar!

Comentário(s) 24 abril 2018

Infarto, acidente vascular cerebral (AVC) e insuficiência renal são os principais problemas causados pela Hipertensão Arterial, doença assintomática que afeta o sistema cardiovascular, rins e cérebro. Com o intuito de reforçar a importância deste assunto, 26 de abril foi decretado como o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial. Dados da Sociedade Brasileira de Hipertensão atestam que 32,5% dos brasileiros maiores de 18 anos sofrem de pressão alta. Este índice dobra na população com mais de 60 anos de idade. De acordo com o dr. Luiz Bortolotto, cardiologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz (www.hospitalalemao.org.br), toda pessoa com mais de 18 anos deve aferir a pressão arterial pelo menos uma vez por ano. “É importante conhecer seu índice de pressão arterial. Além disso, a aferição é fundamental para prevenir a hipertensão”, afirma o especialista. O médico diz ainda que a primeira aferição deve ser feita por um médico, que poderá definir o melhor tratamento para o controle da pressão arterial caso os índices estejam alterados. É considerado hipertenso o indivíduo que apresente pressão arterial igual ou superior à 14 por 9. Já quem registra pressão arterial ente 13 por 8 e 14 por 9 é considerado pré-hipertenso, e precisa ficar atento, mas não é necessária medicação na grande maioria dos casos.

Como medir corretamente a pressão arterial

De acordo com Bortolotto, a aferição doméstica da pressão arterial pode ser realizada desde que sejam seguidos alguns pontos importantes:

Antes de medir a pressão

  • Na hora de comprar um aparelho de pressão, escolha aquele que tem braçadeiras para circunferência de braço e que seja validado pelos órgãos fiscalizadores competentes;
  • Grandes refeições, alimentos gordurosos, ricos em açúcar, café e bebidas alcoólicas devem ser evitados pelo menos meia hora antes de aferir a pressão;
  • Descanse 5 minutos antes de medir a pressão;
  • Evite medir a pressão após a prática de atividade física, aguarde pelo menos uma hora após o término do exercício para fazer a medição.

Na hora de medir a pressão

  • Meça a pressão sentado em uma cadeira, com as costas apoiadas no encosto, sem cruzar as pernas;
  • Não meça a pressão sobre roupas como, por exemplo, casacos, mangas de blusas e camisas;
  • Ajuste a braçadeira no braço esquerdo, sem folgas, 2 a 3 dedos acima da dobra do cotovelo;
  • Mantenha o braço relaxado e apoiado na altura do coração. Vire a mão do braço esquerdo com a palma para cima;
  • É importante anotar os valores da pressão que aparecem no visor do aparelho, com data e horário;
Edição 235

Agosto 2018

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica