Saúde

Dez passos para colocar uma meta em prática

Comentário(s) 03 janeiro 2016

planejamento

Prosperidade financeira, qualidade de vida, saúde, amor, viagens. Nesta época do ano é comum traçar metas do que desejamos ter em nossas vidas. Coach de alta performance e autora do livro Escolha Sua Vida, Paula Abreu ensina um plano de ação com dez passos para tirar essas listas do papel. “Para viver a vida que sonhamos é preciso colocar-se em movimento”, lembra a especialista. “Com esse plano é possível aprender um ciclo de ações que contribui para a realização de sonhos em diferentes áreas da vida”.

Confira as dicas:

1.    Destralhe físico

No primeiro do plano a tarefa é se livrar de objetos que impeçam a realização da meta determinada. Dessa forma você vai enviar uma mensagem ao universo mostrando que está pronta para que o seu desejo se realize. Se a meta está relacionada à saúde, cheque a geladeira e confira se os elementos que estão nela refletem esse desejo. Jogue fora os alimentos que estão esquecidos lá há meses, como aquele catchup que está aberto e nunca é usado. Se o objetivo for ganhar mais dinheiro, olhe sua carteira. Veja se ela é a carteira de alguém próspero. Ela está cheia de lixo? Limpe a área. Ela está quebrada? Compre uma nova. Para quem tem uma meta ligada aos relacionamentos, a coach faz um alerta: enquanto você não jogar fora as coisas relacionadas ao último relacionamento, o vínculo com aquela história vai dificultar a sua entrega para um novo amor.

2.    Destralhe emocional

No segundo dia é o momento de voltar as atenções para as emoções negativas que possam estar relacionadas à meta: são as chamadas crenças limitantes. Muitas vezes não conseguimos realizar uma meta porque inconscientemente nos apegamos as coisas ruins que podem acontecer se atingirmos aquele objetivo. Essas crenças podem ter sido criadas por medo ou por convenções sociais. O importante é identificá-las. No primeiro momento é possível achar que não há nada ruim em conquistar o seu sonho, mas se investigar a fundo vai encontrar essas barreiras. Por exemplo, é possível encarar como algo negativo ter que mudar completamente de guarda-roupas ao emagrecer. Para descobrir quais são esses sentimentos crie uma lista. Seja sincero! Coloque no papel as cinco coisas negativas que podem acontecer se o sonho for realizado.

3.    Superando as crenças limitantes

No terceiro dia a tarefa é trocar os sentimentos negativos por crenças positivas em relação à meta. Faça afirmações positivas sobre a realização do seu sonho, que possam substituir as crenças limitantes. Coloque essas afirmações também no papel. No momento em que o medo se aproximar, lembre-se dessas novas crenças.

4.    Declare sua meta

No quarto dia é o momento de contar para as pessoas sobre o seu sonho. Quando você declara a sua meta para alguém o seu comprometimento com aquele objetivo aumenta. Um exemplo dessa declaração são os chamados “projetos” que as pessoas compartilham nas redes sociais.

5.    Detalhe mais sua meta

Na metade do plano de ação o objetivo é aprofundar as informações que você tem sobre seu sonho. Liste, por exemplo, o que precisa ir embora da sua vida para que aquela meta seja realizada. Quem tem uma meta de ter mais tempo livre ou ser mais produtivo, deve repensar sua relação com as redes sociais e mensagens instantâneas.

6.    Defina o primeiro passo

No sexto dia, depois de já ter uma compreensão mais profunda sobre o seu objetivo, é o momento de planejar a primeira ação efetiva para que aquela meta seja realizada. Matricular-se na academia, ir a um nutricionista, mudar de emprego, iniciar um projeto pessoal de negócio, conhecer novas turmas e lugares são alguns exemplos de passos iniciais para que as diferentes metas sejam atingidas.

7.    Faça alguma coisa por você mesmo

Este é o momento de fazer uma pausa e recompensar-se pelo trabalho de aprimoramento que vem desenvolvendo. Escolha algo que lhe dê prazer e gere uma experiência positiva. Uma limpeza de pele, uma massagem ou uma tarde livre brincando com o filho são alguns exemplos.

8.    Liste o que vai acontecer de bom

No oitavo dia a tarefa é fazer uma lista, com riqueza de detalhes, das coisas boas que vão acontecer quando aquela meta for atingida. Essa é uma estratégia de mentalização poderosa. Visualize a meta realizada e pense em todas as coisas boas que vão acontecer quando conquistá-la. Anote tudo com riqueza de detalhes. Quanto mais sentimentos positivos a pessoa conseguir gerar em relação àquela meta, mais motivada a alcançá-la ficar”.

9.    Procrastinação inteligente

Procrastinar é deliberadamente deixar uma tarefa para depois, um dos principais fatores que levam as pessoas a não realizarem seus sonhos. É possível usar impulso de deixar para depois a seu favor. Neste dia faça algo logístico relacionado à sua meta. Por exemplo, agendar o especialista, fazer a matrícula na academia, reservar o pacote de viagens. Para selar seu compromisso com esta nova fase, deixe de lado as atividades e faça uma atividade que mude suas energias. Uma caminhada na natureza, um banho de cachoeira, um mergulho no mar, por exemplo.

10.  Celebre

Para fechar esse ciclo positivo celebre e seja grato pelo processo. Sempre há motivos para celebrar. Se você ainda não atingiu a meta, celebre as primeiras conquistas, se ainda não conquistou nada relacionado a ela celebre o aprendizado do planejamento, que você pode retomar a qualquer momento. Faça um jantar especial, vá a algum lugar que goste, chame os amigos ou aquela pessoa especial. Não precisa ser algo grande. O importante é ser grato por esse momento.

Depois dos dez primeiros dias, coloque em prática o planejamento e retome os passos sempre que precisar de uma base para seguir adiante em relação à vida que sempre sonhou.

 

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica