Saúde

Dicas para prevenir a osteoporose

Comentário(s) 11 janeiro 2018

 caminhada

 De acordo com a Fundação Internacio­nal de Osteoporose (IOF), o problema acomete 10 milhões de pessoas no Brasil, e de cada três indivíduos que sofrem fraturas no quadril, um tem o problema, que afeta os ossos. A osteoporose ocorre quando o organismo tem um desequilíbrio entre a for­mação e a destruição óssea, o que deixa os os­sos frágeis e suscetíveis à quebra.

Os idosos, pessoas pós-menopausa e com histórico familiar, possuem mais riscos de de­senvolver o proble­ma. Porém, é possí­vel prevenir a oste­oporose e tratá-la a fim de evitar fratu­ras. Confira algumas medidas, separadas pelos especialistas do Hospital Moriah, para evitar o surgi­mento desse desgas­te ósseo:

- Alimentação – Cuidar da alimentação é fundamental na prevenção da osteoporose. Como o cálcio é o mineral responsável pela formação dos ossos, é recomendável sua in­gestão diariamente. Além do leite e seus de­rivados, o cálcio também pode ser encontra­do no tofu, espinafre, sardinha, grão de bico e aveia, entre outros.

- Vitamina D – A vitamina D auxilia na absorção de cálcio e, consequentemente, na prevenção da osteoporose. Essa substância é naturalmente produzida pelo organismo quando há exposição solar. Por isso, os médi­cos recomendam tomar sol antes das 10 ho­ras ou depois das 16 horas. Se não for possí­vel ou mesmo assim houver deficiência, po­de ser necessário ingerir suplementos vita­mínicos da substância.

- Atividade física – Praticar regularmen­te atividade física ajuda a aumentar a massa óssea. Os exercícios de fortalecimento mus­cular, como musculação, são mais eficazes. De toda forma, todo tipo de atividade fí­sica pode ser bené­fico. Para quem está começando, em fase iniciante, vale a pe­na pensar em ativi­dades como cami­nhada e exercícios aeróbicos. As ativi­dades com carga de­vem ter acompanha­mento profissional, especialmente se o indi­víduo já tiver osteoporose.

- Menopausa – Cerca de um terço das mu­lheres nessa fase têm osteoporose, mas a maioria ainda desconhece a relação entre a menopausa e a perda óssea. Acontece que nessa época os hormônios que também inter­ferem na saúde óssea caem e precisam de re­posição. Para evitar as fraturas e outros pro­blemas é fundamental consultar frequente­mente um médico de confiança.

Edição 236

Setembro 2018

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica