Tendência

Diferentes alunos, diferentes necessidades

Comentário(s) 05 abril 2016

Prof. Augusto

Prof. Augusto

Depois de tomada a decisão de iniciar um curso de inglês, sur­ge a pergunta: onde posso estu­dar? Existem muitos fatores que devem ser levados em conta na hora de es­colher uma escola, mas uma de­las é saber se a sua metodologia de ensino vai de encontro com o seu estilo de aprendizagem. Isso pode explicar porque al­guns alunos obtêm sucesso em uma determinada esco­la e outros não.

Para os alunos auditivos, o aprendizado se dá majorita­riamente pela fala e audição. Portanto, ouvir atentamente, ler um texto em voz alta, participar de debates e discussões ajudam em muito no aprendizado. Deve-se evitar uma sala barulhenta para não haver interferência.

Para os alunos visu­ais, o aprendizado se dá muito pela associa­ção do conteúdo com imagens. Aulas com um quadro colorido, gran­de variedade de ima­gens, mímicas dos professores, vídeos e ta­belas ajudam grandemente, porém deve-se evitar o exagero e a apresentação de imagens com pouca importância.

lets talk 2Já para os alunos sinestésicos, o tocar e fazer são importantíssimos. Esse aluno ne­cessita de movimento enquanto aprende, fa­zendo mímicas, colando, recortando, colorindo, tocando no objeto que é alvo do estudo, expressando-se por meio de gestos. É aquele que gosta de colocar a mão na massa. Deve-se evitar manter o aluno imóvel durante toda a aula.

Voltando ao tema inicial, as escolas e os professores têm métodos de ensino que mui­tas vezes privilegiam mais um estilo de aprendizagem que outro. Muitas vezes o próprio professor privilegia a forma como que ele apren­de. Por exemplo, um profes­sor que é auditivo vai falar bastante, passar muito de seu conteúdo pela via oral, e um que é professor visual preferirá escrever bastan­te no quadro e usar infográficos. Alguns alu­nos se identificarão na­turalmente, outros não.

O professor de inglês Augusto, da Let’s Talk (R. São Francisco de Sa­les, 47, sala 6, Jundiaí, SP,  tel. 11- 98534-2729) é sensível a isso e procura privile­giar o estilo de aprendizagem do aluno, quan­do ele faz aula particular, ou mesclar diferen­tes estilos quando trabalhando em grupos. O material didático utilizado na escola apresen­ta uma enorme variedade de imagens, muitas atividades de audição e bastante oportunida­de de pôr em prática o que se está aprendendo.

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica