Saúde

Doutores da Alegria: vagas para jovens de baixa renda

Comentário(s) 24 agosto 2015

Estão abertas até 15 de setembro as inscrições para a sétima turma do Programa de Formação de Palhaço para Jovens (PFPJ), dos Doutores da Alegria.

As 25 vagas se destinam a jovens em situação de vulnerabilidade social, entre 17 e 23 anos, interessados em ingressar no mercado artístico. É necessário que o aluno já tenha concluído o ensino fundamental ou esteja matriculado no ensino médio da rede pública de ensino – e que a renda per capita na família não ultrapasse R$ 603.

Também é preciso ter disponibilidade de horário, já que as aulas ocorrem de segunda a sexta-feira, das 9h às 13h. As aulas acontecem na sede dos Doutores da Alegria, no bairro de Pinheiros, em São Paulo.

O curso é gratuito e tem duração de dois anos, com terceiro ano opcional, voltado para encontros temáticos pontuais e acompanhamento de projetos. Os alunos aprovados receberão uma bolsa-auxílio mensal de R$ 455 a partir do início das aulas. Vale ressaltar que a seleção e a participação no programa não implicam em ingresso do aluno no elenco dos Doutores da Alegria.

O objetivo do programa é oferecer formação artística com foco na autonomia de criação, além de incentivar e disponibilizar conhecimentos práticos e teóricos para que os jovens possam desenvolver projetos sociais e culturais nas comunidades onde moram, promovendo o acesso à arte e transformação social, resume Heraldo Faria, coordenador do PFPJ.

As disciplinas que compõem o programa incluem técnicas circenses, história do circo, cultura popular, elaboração de projetos, musicalização, técnicas de jogo e improviso, corpo e movimento, literatura e escrita, entre outros. Ao final do curso, os participantes criam e apresentam um exercício cênico que circula pelas regiões em que vivem, além de outros palcos da Capital e da Grande São Paulo.

Para se inscrever, o candidato deve enviar um currículo com nome, idade, renda familiar, cursos ou trabalhos anteriores e aptidões artísticas – não é necessária experiência anterior – além de escrever uma carta de interesse informando porque quer participar do programa.

O envio pode ser feito pelo correio ou pessoalmente, na sede da ONG (Rua Alves Guimarães, 73 – Pinheiros – São Paulo SP – CEP 05410-000) até o dia 15 de setembro. Após a análise dos currículos, pré-seleção, visitas domiciliares de assistentes sociais aos pré-selecionados e atividades práticas, os alunos escolhidos serão anunciados em 27 de outubro. As aulas terão início em fevereiro de 2016.

O edital completo encontra-se no site: www.doutoresdaalegria.org.br

Histórico do Programa
O Programa de Formação de Palhaços para Jovens tem cunho artístico e social. Já formou cerca de 200 jovens, inicialmente com o nome “Bolsa Trabalho”, em parceria com a Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento de São Paulo e Unesco. Dois anos depois, já reformulado e rebatizado como “Transformando Com Arte”, iniciou sua segunda turma em parceria com a ONG Arrastão, chegando à região do Campo Limpo, na zona sul de São Paulo; também venceu o edital Pontos de Cultura – Agentes Comunitários de Intervenção Cultural. Desde 2008, quando adotou o nome atual, ganhou os editais do Instituto HSBC Solidariedade, Instituto Votorantim e Instituto Wal Mart, além de ter sido aprovado e apoiado pelo Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Doutores da Alegria é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que há 23 anos utiliza a arte do palhaço para qualificar relações humanas em hospitais. Além das visitas contínuas, entre suas atividades destacam-se a formação, a ampliação do acesso à cultura e a geração de conteúdo para a sociedade. O trabalho da ONG, gratuito para os hospitais, é mantido por doações de empresas e de pessoas.

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica