Saúde

Esterilização: proteção para os pacientes e para a equipe de profissionais

Comentário(s) 06 maio 2015

Esterilização é o procedimento utiliza­do para a destruição de todas as for­mas de vida microbianas, isto é, bac­térias, fungos, vírus e esporos. Todos os pro­fissionais de saúde, incluindo também os po­dólogos, cabeleireiros, manicures e tatuado­res devem ser responsáveis por esse proce­dimento.

Esterilizar corretamente é um dos importantes procedimentos que fa­zem com que o profissional evite as infecções cruzadas, isto é, o ato de passar doenças de uma pessoa para outra. Alguns exemplos de doen­ças que podem ser evitadas: hepatite, AIDS, tuberculose, herpes etc.

Cuidados que o profissional deve ter:dental ferraz

- Seu equipamento de esterilização deve ser ve­rificado diariamente com indicadores químicos e térmicos, uma vez por se­mana com indicador bio­lógico, e uma vez por ano deverá ser feita a revi­são em assistência técni­ca. Ter sempre um laudo anual garantindo a perfei­ta funcionalidade do equipa­mento. Todos esses testes de­vem ser anotados numa plani­lha, com evidências dos proces­sos executados, para comprovar a eficiência do processo de esterilização.

- Na limpeza dos instrumentais, antes de colocar as mãos nos instrumentos contami­nados, proceder uma descontaminação pré­via (podemos utilizar substâncias químicas para este procedimento).

- Toda equipe que vai manipular os ins­trumentos contaminados deverá usar aven­tais de PVC + óculos + máscaras e luvas grossas.

- Os instrumentos devem estar limpos e secos e depois colocados em caixas ou em­balagens próprias para esterilização.

- O procedimento de esterilização deve obedecer ao tempo necessário indicado pe­lo fabricante do equipamento.

- O armazenamento correto desses mate­riais estéreis é de fundamental importância, para evitarmos a contaminação.

Cuidados que o cliente deve ter:

- Verificar se o local tem licença de funcionamento da Vigilância Sanitá­ria – essa licença fica sempre em lo­cal para acesso ao público, pendura­da na parede ou em murais. Ter es­sa licença válida significa que o lo­cal possui procedimentos corre­tos para exercer sua ativida­de profissional.

- Quando o profissional esterilizar utilizando a au­toclave, os envelopes de esterilização têm um in­dicador químico ao lado que altera de cor após a esterilização. Os envelo­pes devem estar lacrados e são de uso único. Peça para o profissional lhe mostrar esse indicador.

- Escolha sempre um local idôneo e não pro­cure apenas o mais bara­to. Tudo isso tem um custo, mas o mais importante sem­pre é a nossa saúde e das pesso­as de quem estamos cuidando.

- Converse com o profissional sobre os métodos que ele utiliza para este­rilizar. Lembre-se: é seu direito perguntar e um bom profissional terá o maior prazer em lhe explicar. Isso apenas valoriza quem tra­balha diretinho!

Referência Bibliográfica: Resolução SS-374- Sec. do Estado da Saúde.

Marta Ferraz Wiedenbrug (CRO: 45061) é responsável técnica da empresa Dental Ferraz – Tudo para Esterilização e Biossegurança (R. João Chiaramonte, 356, Caxambu, Jundiaí, SP.Tel: 11-4584-0584, www.dentalferraz.com.br)

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica