Saúde

Eu vejo você!

Comentário(s) 02 novembro 2019

lucas anzolin

Uma simples frase, um simples gesto, pode mudar tudo.

“Eu vejo você” é, sem dúvida, de um poder curativo muito grande, e vai além de um simples olhar, pois quando te vejo, te reco­nheço, te compreendo, te aceito, eu me coloco sem julgamentos na frente de outro ser hu­mano igual a mim mesmo, eu valorizo o ser que você representa em sua mag­nitude.

Essa frase, assim como muitas ou­tras, é usa­da dentro do contexto terapêutico, principalmente nas constelações familiares.

A constelação familiar se baseia no pensa­mento sistêmico, ou seja, olha para além do indivíduo, considerando o “grupo” do qual ele faz parte, no caso a família, o trabalho, o lugar onde mora, como a cidade e o país.

Dentro de você vivem todas as memórias daqueles que vieram antes e, muitas vezes, os conflitos gerados recentemente ou há mui­to tempo acabam dificultando a sua vida ou a vida dos seus clientes.

É justamente nessas memórias que a cons­telação vai atuar, buscando identificar a situ­ação/conflito para que haja a ordem e, con­sequentemente, a harmonia de volta na sua vida.

Se você tem algum conflito nos relaciona­mentos, trabalho, sentimentos internos con­fusos, repe­tições de pa­drões e com­portamen­to familiar não saudá­veis, a cons­telação fa­miliar pode lhe auxiliar.

Tanto nos atendimen­tos quanto nos cursos não há nenhum tipo de julgamento, pois EU VEJO VOCÊ.

Ministro cursos de constelação familiar aqui mesmo em Jundiaí e também faço os atendimentos. Entre em contato comigo e, juntos, poderemos dar esse importante pas­so na sua vida!

Por Lucas Anzolin, constelador familiar e terapeuta integrativo.
Contato: (11) 99850-0667

Edição 249

Outubro 2019

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica