Esportes

Exercícios físicos durante a gravidez

Comentário(s) 27 janeiro 2016

gravidez alongamentoDepois de realizar o sonho da gravidez, muitas mulheres têm receio de praticar atividades físicas durante os nove meses de gestação. Lucas Rebelo, ginecologista do Hospital e Maternidade Santa Brígida, de Curitiba (PR), analisa que isso não é problema. “As novas mamães não precisam ter medo de realizar exercícios. A gravidez não é uma doença, é apenas um período da vida da mulher em que ocorrem transformações momentâneas. Da mesma maneira que nós devemos cuidar da nossa alimentação e praticar exercícios físicos, as gestantes também devem fazer,” explica.

Segundo o médico, a prática é muito positiva para o pré e pós-parto. A mãe se sentirá melhor, poderá melhorar a postura, a respiração e a circulação sanguínea, além de fortalecer a musculatura pélvica, o que certamente ajuda na hora do parto. “Os exercícios também ajudam na perda de peso pós-parto, embora a amamentação seja muito boa nesse quesito,” afirma Rebelo. Dentre os exercícios mais recomendados por ele para este período, estão a hidroginástica, Pilates e alongamento, mas sempre com acompanhamento de um profissional de educação física e um médico.

A educadora física Amanda Kurecki Stima explica que as mulheres podem praticar atividades do início ao fim da gravidez, apenas com o cuidado durante o primeiro trimestre e priorizando a atividades de baixo risco. Por isso, ela não recomenda exercícios de abdominal, com impacto e que podem aumentar muito a frequência cardíaca. Ela destaca que mesmo para quem já treinava antes da gestação, seria ideal diminuir um pouco o ritmo do treino. “Caso as práticas não exijam muito da mamãe, não há problema em seguir com o cronograma habitual, desde que seja reduzida a carga, a intensidade e a velocidade, de acordo com a evolução da gravidez”, diz ela.

Segundo Amanda, uma das principais recomendações para esta fase são os alongamentos, pois eles ajudam a proteger a liberdade de movimentos, evitam lesões musculares, aliviam a tensão física e mental, mantém os músculos e articulações fortes e flexíveis para um parto seguro e também podem aliviar as dores comuns da gravidez. Mas e para os bebês? Será que existe algum benefício? De acordo com a profissional, a realização de atividade física ajuda a prevenir o excesso de peso do bebê, pois mantém sob controle os níveis de açúcar no sangue, evitando o surgimento de diabetes gestacional e diminuindo a oferta de açúcar que vai para o ele.”

 

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica