Estética

Motivos para fazer cirurgia plástica no inverno

Comentário(s) 23 maio 2018

cirurgia plastica

As baixas temperaturas são importantes aliadas para quem deseja fazer uma cirurgia plástica e está ensaiando há tempos.

O cirurgião plástico Giancarlo Dall´Olio (www.giancarlodallolio.com.br), membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica elenca os cinco principais motivos para escolher o inverno, período que vai de junho a setembro, para marcar a cirurgia. Confira:

1. Recuperação: não importa se o procedimento será no rosto ou em qualquer parte do corpo. O inverno traz alguns benefícios que outras estações do ano podem não oferecer. A principal está na recuperação do paciente. “As cirurgias feitas no período de outono/inverno tende a causar menos inchaço e consequentemente uma recuperação mais rápida, com menos dor e menor retenção de líquidos”, afirma o especialista.

2. Cicatrização: não expor a cicatriz ao sol é uma das principais recomendações médicas do pós-operatório. “No frio é normal a cicatriz ficar protegida com o uso de mais peças de roupa. Com isso há uma maior garantia de amenizar riscos de cicatrizes escurecidas ou manchadas”, esclarece Dall´Olio.

3. Menor exposição: após as cirurgias é comum o uso de cintas e suturas, principalmente após lipoaspiração, abdominoplastia ou cirurgia da mama. As cintas são fundamentais na hora de diminuir o inchaço e o acúmulo de líquidos retidos na região operada, importante processo para o restabelecimento dos tecidos. As baixas temperaturas permitem o uso de cintas e sutiãs pós-operatório de forma mais confortável e discreta.

4. Tranquilidade: o inverno é bem sugestivo para manter o repouso, afinal ficar embaixo das cobertas torna-se um prazer. A tranquilidade do paciente em cumprir o repouso é muito maior nesse período. No caso das pacientes que tem filhos, a época de férias escolares acaba sendo o momento perfeito para a cirurgia.

5. Pronto para o verão: fazendo a cirurgia durante o outono/inverno, o corpo fica pronto para a exposição ao sol, podendo curtir a praia e piscina sem riscos, além de poder mostrar os resultados satisfatórios de uma cirurgia já bem recuperada.

 

Edição 232

Maio 2018

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica