Saúde

Nascer bem

Comentário(s) 08 junho 2015

partoAs parteiras sempre existiram e atua­ram, desde os primórdios da huma­nidade. No Brasil existem mais de 60 mil trabalhando em centros urbanos e áre­as rurais. A parteira atende o parto em casa, mas cuida da saúde emocional, física e espi­ritual de toda família, por toda a vida.

Para a parteira na tradição Thiana Ferra­rezi, o primeiro direi­to humano é o de nas­cer bem. “E nascer bem quer dizer com quali­dade da saúde”, diz ela. “Só se nasce uma vez, mas levamos por toda nossa vida as conse­quências da forma co­mo nascemos. Nascer bem inclui nascer em um ambiente tranqui­lo, acolhedor, com segurança e respeito pe­lo processo fisiológico do parto, pela forma como a mulher deseja e se sente melhor na­quele momento e, principalmente, pela vida que está chegando.”

Para que isso seja possível, Thiana explica que é necessário que a gestante e o casal grá­vido sejam assistidos, acompanhados, orien­tados durante todo o ciclo gestação, parto e pós-parto. Orientados, inclusive, sobre como se alimentar bem, ter uma vida saudável, des­cansar e encontrar um equilíbrio vida pesso­al, profissional, afetiva e espiritual. “Esse é o trabalho de uma parteira”, diz ela. “Ser partei­ra é um dom; quem é parteira já nasce partei­ra, não é algo que se aprende a ser.”

Além de toda técnica que envolve essa pre­paração, a experiência conta muito para que uma parteira na tra­dição esteja apta para atender um parto. Thia­na é aluna, desde 2011, da Escola de Saberes, Cultura e Tradição An­cestral, fundada pela ONG Cais do Parto, e nos últimos anos parti­cipou de congressos, es­teve no Chile aprenden­do sobre a parteria tra­dicional da região, e re­centemente esteve em um intercâmbio cultural no México para estu­dar com as parteiras tradicionais mexicanas.

Para saber mais sobre o trabalho da Parte­ria na Tradição em Jundiaí, o Espaço Mater­no, coordenado por Thiana, realiza todas as terças-feiras, às 20h, a Roda de Casais Grá­vidos e Gestantes.

Mais informações: 11-95322-1620, 96474 2090 (whatsapp), espacomaternojundiai@ gmail.com e www.espacomaternojundiai.com.br

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica