Saúde

O poder das plantas

Comentário(s) 28 julho 2016

Maria Rosária Leopardi

Maria Rosária Leopardi

Você, com certeza, já parou para ad­mirar a natureza, suas plantas e su­as flores. Mas sabia que a energia das plantas atua em todos os desequilíbrios que levam o ser humano a adoecer física, mental, emocional ou espiritualmente? Essa é a pro­posta da Fitoenergéti­ca, um sistema natu­ral de cura, equilíbrio e elevação da consci­ência, sem contrain­dicações, e que pode ser usada por gestan­tes, bebês e idosos – todas as pessoas po­dem se beneficiar com os compostos fitoener­géticos.

Segundo a terapeu­ta fitoenergética Ma­ria Rosária Leopardi, os pensamentos, sen­timentos e emoções desequilibrados são os verdadeiros causa­dores de todas as doenças, e aí é que entram os compostos fitoenergéticos, equilibrando o ser humano como um todo. “Eu faço uma avaliação no paciente, e preparo o compos­to fitoenergético, que pode ser usado como chá, spray, sachês e banhos”, explica ela. “Nor­malmente, oriento para que esse tratamento seja trocado a cada sete ou 14 dias, de acor­do com o caso.”

Rosária ressalta que a Fitoenergética olha para a pessoa de forma holística, atuando na raiz do problema, e que existe uma diferen­ça entre esse tratamento e a Fitoterapia, que usa o princípio químico da planta, enquan­to a Fitoenergética usa o princípio energéti­co da planta, motivo pelo qual não tem con­traindicação.

Ela trata todos os tipos de doenças físicas e emocionais, pensamentos, sentimentos e emoções, como raiva, medo da morte, tris­teza, depressão, an­gústia, lembranças do passado, apegos, inve­ja e todos os sentimen­tos que atrapalham o ser humano a viver em paz. E para quem que não tem problema al­gum, a terapia ajuda a fortalecer qualquer comportamento que a pessoa gostaria de mu­dar ou fortalecer.

A Fitoenergética foi idealizada e patentea­da por Bruno Gimenez e Patrícia Candido, que desenvolveram plantas específicas para cada órgão. A duração do tratamento dependerá do comprometimento do paciente e do tem­po que ele está doente. “Às vezes a doença já se manifestou no corpo físico, e às vezes ela ainda está somente nas emoções, e isso in­fluenciará no tempo de tratamento da pes­soa”, diz Rosária. “A Fito pode ser usada para complementar qualquer tipo de tratamento com remédios alopáticos.”

Mais informações: 11-97454-3767, ro.leopardi@hotmail.com

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica