Saúde

Obesidade: consequência para sua saúde

Comentário(s) 02 fevereiro 2017

Camila Rodrigues

Camila Rodrigues

A obesidade sur­giu como uma epidemia em países desenvolvidos e, rapidamente, o núme­ro de casos aumentou no mundo todo, afetan­do homens e mulheres, independentemente da classe social. A obesi­dade é definida como o acúmulo excessivo de gordura no tecido adipo­so, acarretando prejuí­zos à saúde. É uma do­ença crônica e multifa­torial, caracterizada por um distúrbio metabólico, traduzido pelo au­mento persistente do balanço positivo entre o consumo e o gasto de energia. Existe o au­mento da ingestão de alimentos calóricos e a diminuição da atividade física, o que conduz ao referido balanço energético positivo, com acumulação de gordura corporal.

Estudos afirmam que a obesidade, isola­damente, aumenta em 60% o risco de morte por doenças cardíacas e outras doenças as­sociadas, como hiperten­são e dislipidemia, que também têm obesida­de como fatores de ris­co com uma prevalência de 75%.

A importância da ma­nutenção do equilíbrio energético no controle da obesidade destaca es­se processo como a pri­meira recomendação. A perda de peso de modo saudável é a melhora da qualidade de vida como um todo. Convém, sobre­tudo, muita determina­ção, força de vontade, e passar com a nutri­cionista para garantir uma reeducação ali­mentar de maneira correta e sem prejuízo a saúde.

Artigo da é nutricionista Camila Rodrigues (CRN 40599).
Contatos: tel. 11-4607-0725, www.bemviversaudeeducacao.com.br

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica