Saúde

Pés bem cuidados no inverno

Comentário(s) 04 junho 2017

A estação mais fria do ano está chegando e o cuidado com os pés é essencial. Não parece, mas eles são alvos de estresse constante através das forças de atrito, da ação do peso que suportam e dos calçados mal construídos.

Cuidar bem destes pequenos notáveis é uma necessidade básica que visa o bem-estar e o bom humor nosso de cada dia. Unhas sadias, bonitas e bem cortadas; planta dos pés sem calos e calosidades são itens importantes na qualidade de vida.

O primeiro passo para o cuidado é a escolha do profissional a quem confiar os nossos pés. Uma boa formação é imprescindível, pois são indispensáveis o conhecimento técnico e o uso de instrumentais rigorosamente esterilizados e/ou descartáveis. O risco de se adquirir doenças causadas por fungos, bactérias e vírus é grande, portanto todo cuidado é pouco.

Cheque o método de esterilização usado. Um erro comum é apenas “esquentar” os materiais, deixando a estufa ligada e ir retirando o que necessita na presença do cliente, o que dá uma falsa impressão de que está sendo cuidado adequadamente. O vírus causador da hepatite B, por exemplo, só morre após exposição a 1700 C por duas horas. Palitos, lixas e etc., devem ser de uso individual, portanto descartáveis. O mais seguro é que os instrumentais sejam esterilizados em autoclave.

Os cremes devem ser retirados dos recipientes com uma espátula, esterilizada ou descartável, que não deve voltar ao pote após entrar em contato com a pele do profissional ou do cliente. Estes são alguns cuidados essenciais para termos somente alegrias durante e depois de um tratamento. Pés ressecados têm tendência a formar fissuras (rachaduras) muito antiestéticas e, às vezes, dolorosas podendo evoluir para formação de feridas.

A indústria cosmética tem desenvolvido fórmulas para o cuidado dos pés com objetivos diversos como: prevenir, recuperar, trazer conforto, bem-estar, beleza e relaxamento através de princípios ativos de eficiência comprovada.

A hidratação e relaxamento incluem as seguintes etapas:

- Higienização: com sabonetes líquidos ou em emulsão;

- Esfoliação: são empregados produtos contendo sementes diversas, sílica ou microesferas que promovem a retirada de células mortas e em descamação, dando mais atenção às áreas onde há queratose, que é o espessamento da pele em locais de maior atrito;

- Hidratação: aplicação de cremes que tenham em sua composição agentes umectantes, cicatrizantes e protetores, como óleo de semente de uva, cera de abelha, silicone, óleo de amêndoa, óleo de macadâmia, argila, aloe-vera e uréia. O uso de bota térmica por aproximadamente 15 minutos irá potencializar a ação das substâncias empregadas;

- Relaxamento: massagem com cremes que contenham óleos essenciais de efeito terapêutico e/ou extrato de plantas como: alecrim, arnica, calêndula, alfazema, lavanda, cipreste, etc. Os resultados são sentidos de imediato: pés macios, pele bonita e, principalmente, relaxamento e alívio das tensões do dia a dia.

Artigo de Suely Rodrigues Thuler, enfermeira estomaterapeuta TiSOBEST, especialista em Podiatria Clínica pela Unifesp. Saiba mais: www.staycare.com.br​​

 

 

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica