Saúde

Pilates na reabilitação

Comentário(s) 28 maio 2018

Estudos recentes indicam que o pilates é uma das melhores ferramentas na reabilitação, pois ele tem co­mo objetivo a melhora de força, coordenação, mobilidade e ga­nho de um movimento eficien­te. Esses princípios estão pre­sentes durante a reabilitação, por isso o método tem apresen­tado bons resultados no trata­mento de pacientes.

O pilates leva em considera­ção a questão biomecânica e foca muito um movimento efi­ciente, com carga adequada. Tem como prin­cipal foco a respiração, articulação da colu­na, organização da cabeça, pescoço e ombros, alinhamento das extremidades e descarga de peso, integração do movimento, alongamen­to axial e controle de centro.

Somado a isso, há a utilização de abdomi­nais (em especial o transverso do abdômen), formando um centro alinhado, forte e equi­librado, que constitui a base para todos os movimentos do corpo humano.

O método tem recebido muitas indicações de médicos, não só no pilates como reabilita­ção, mas também na prevenção de lesões (co­mo no caso de atletas profissionais) para as gestantes, idosos e crianças.

Dentre as indicações na re­abilitação e na prevenção por meio do pilates estão as lom­balgias, que têm sido motivo especial de estudo, provavel­mente devido à sua alta inci­dência e ao alto custo com seu tratamento.

As causas e o tratamento das lombalgias ainda são um desa­fio para os profissionais, mas o pilates tem sido muito indi­cado, principalmente na pre­venção, uma vez que os estu­dos comprovam que a inatividade é muito prejudicial nesses casos.

Outra vantagem do método é a progressão dos exercícios, que são realizados de acordo com as necessidades do paciente e de cada patologia.

Portanto, fica claro que o pilates como rea­bilitação pode ser utilizado no tratamento de diferentes populações e disfunções.

Por Thaynara Bispo (Crefito 207272f), fisioterapeuta e instrutora de pilates no Studio Vital Core Pilates,  que fica na Rua Clóvis de Sá Benevides, 66 – travessa com a Rua do Retiro, Jundiaí. Tel. 11-96396-6679

Edição 232

Maio 2018

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica