Esportes

Pilates para todos

Comentário(s) 28 agosto 2016

 raquel pilates

 Pilates é um método dirigido para as necessidades individuais do aluno. Esses exercícios especiais podem ser feitos por qualquer indivíduo, desde o super­treinado ao sedentário, do idoso à criança, e das grávidas aos pacientes em fase de reabi­litação ou com desordens alimentares, po­dendo, ainda, ser recomendado como con­dicionamento físico e prevenção de lesões para todos os indivíduos.

- Crianças e adolescentes

O Pilates trabalha a consciência corporal de forma muito forte. Observamos que as crianças e adolescentes, por hábitos de vida e também pela carga de escola (carregar mochila e a postura em que ela fica es­tudando nas cadei­ras do colégio por muito tempo) aca­bam desenvolven­do uma má postu­ra. O que o Pilates faz é trabalhar exa­tamente nessa par­te de consciência corporal (trabalho de forta­lecimento para crianças não é indicado), for­talecimento (para os adolescentes) e, princi­palmente, o alongamento.

- Atletas

O método se soma ao treinamento espor­tivo de várias formas – por meio da melhora da qualidade e eficiência do movimento (uma das propostas básicas do método) –, e um trei­no específico pode ajudar na melhora do de­sempenho. A modalidade esportiva deve ser analisada para que os objetivos sejam traça­dos de acordo com a necessidade do atleta: estabilidade articular, flexibilidade, fortaleci­mento específico de grupos musculares, ou se o objetivo é geral e somará na musculação e no treinamento da modalidade esportiva.

- Gestantes

Nas gestantes, ele ajuda a neutralizar a postura e fortalecer o assoalho pélvico, faci­litando o parto. Além disso, trabalha a res­piração e diminui efeitos, como a inconti­nência urinária.

- Reabilitação

O Pilates tem sido muito utilizado para tra­tar problemas lombares e ortopédicos, dores crônicas e também desordens neurológicas. Os exercícios são facilmente adaptados às condições do aluno, respeitando as caracte­rísticas e habilida­des individuais. As­sim, o Pilates pode ser aplicado na re­abilitação de diver­sos públicos.

- Idosos

Nos idosos, o Pi­lates melhora a for­ça e a mobilidade, influencia na calci­ficação óssea e au­xilia na manutenção da pressão arterial. Ali­via dores, principalmente as lombares, traz maior percepção dos movimentos (contro­le corporal), fortalecimento muscular, maior equilíbrio, aumento da flexibilidade (muscu­latura mais alongada), alívio do estresse, pos­tura mais correta.

Seguindo corretamente os princípios do método e respeitando as condições indivi­duais, são poucas as suas contraindicações. A atenção deve estar na busca de profissio­nais capacitados e especializados.

Artigo de Raquel Dolce Fraga Grasson, professora de Pilates.

Contatos: tels. 11-99821-1098 e 4587-4978

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica