Tendência

Portunhol pode?

Comentário(s) 28 dezembro 2018

Depende! Como (quase) tudo na vida, o “portunhol” pode até nos ajudar em situações de viagem pela Amé­rica Latina, mas existem situações em que só ele não basta.

portunholAchei genial o relato do Murilo Pagani, no blog Volto logo, relatando que depois de mui­to tempo vivendo em Medellín, parou com as tentativas de aproximar as palavras em portu­guês para a língua espanhola, pois nem sem­pre dava certo, e “uma simples mímica seria mil vezes mais eficiente do que tentar encon­trar uma palavra ‘aportunholada’”.

Português e espanhol são línguas irmãs, sim, mas não idênticas! Nem por isso todo brasileiro é bilíngue. Mas como parecemos ter uma aptidão inata para o improviso, e nos­so lema é “quem não se comunica se trum­bica”, não pensamos duas vezes antes de pe­dir uma “cueca cuela”, fazer uma “ligación”, dizer “estoy con muy hambre”, usar o artigo neutro “lo” para tudo, tudo mesmo… “lo tá­xi”, “lo hotel”, escrever “mozão” no lugar do apellido e por aí vai…

Veja a situação interessante relatada pela professora Fabiola Arrechedera quando tra­balhou avaliando os conhecimentos de espa­nhol de comissários de bordo brasileiros que pretendiam começar a voar para outros paí­ses da América Latina: “Muitos chegavam se­guros de si, afirmando ter domínio do espa­nhol. Eu pedia para eles me contarem o que fizeram no fim de se­mana, al­go simples, e a respos­ta era quase sempre formada por palavras soltas: ‘Sábado playa, dormir, muy bueno’. Eu podia entender o que eles queriam comunicar, mas a capaci­dade de formar frases é fundamental quando precisamos, de fato, falar um idioma”.

Mesmo com toda “aparente” semelhança entre esses idiomas, existe um mar de dife­renças, e em situações formais e profissio­nais, só o “portunhol” não basta. Meu conse­lho, como professora de espanhol, é: arrisque, explore, não tenha medo de errar. No entan­to, cuidado! Nos negócios sabemos o quanto pode custar uma palavra mal colocada. Pode doer no bolso e na autoestima. Por via das dúvidas, estude antes de incluir “espanhol” no seu currículo!

¡Y eso es todo! Feliz Navidad a todos y que el Nuevo Año traiga consigo muchos éxitos.

Por Renata Moreno, professora e tradutora de espanhol, tem formação em espanhol – Instituto Cervantes/São Paulo – Madrid, pós-graduação em tradução de espanhol – Universidade Gama Filho/ Rio de Janeiro. Contatos: (11) 98684- 3006, 3963-3112, renatacbmoreno@hotmail. com, vertendopalavras@blogspot.com

Edição 243

Abril 2019

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica