Estética

Pós-parto x cirurgias plásticas

Comentário(s) 24 setembro 2017

amamentacao cirurgia

Muitas mudanças podem ser percebidas no corpo da mulher após o parto – com o aleitamento materno durante alguns meses, por exemplo, as mamas tendem a murchar e desinchar. Assim, elas podem perder firmeza e ocupar uma posição mais baixa no tórax.

“Essa e outras alterações afetam a autoestima da mulher, e as cirurgias plásticas podem restabelecer uma relação saudável com o próprio corpo”, diz Victor Lima, cirurgião plástico, membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da American Society of Plastic Surgery.

Conheça alguns procedimentos e cirurgias comumente realizados por mulheres que se tornaram mães, e buscam por mais harmonia estética. Essas cirurgias podem ajudar a paciente ter uma relação mais saudável com o próprio corpo.

Cirurgia íntima

Na região genital, após a gestação, diversas mulheres podem se incomodar com o aumento dos pequenos lábios e atrofia dos grandes lábios, além de sentirem que o canal vaginal dilatou de forma irreversível. “Mais do que um incômodo estético, isso pode acarretar em desconforto durante o ato sexual, com sensação de dor e secura”, afirma o cirurgião plástico. “O rejuvenescimento vaginal é um procedimento que pode ajudar mulheres que queiram mudar essa realidade”, completa. A cirurgia diminui os grandes lábios e devolve volume e consistência aos grandes lábios.

Prótese de silicone

Segundo o cirurgião plástico, é muito comum receber no consultório mulheres insatisfeitas com as mamas depois da amamentação, já que elas podem perder a firmeza durante o processo. Além disso, muitas mamães ainda têm que lidar com alterações de cor e tamanho permanentes das aréolas e mamilos (tendem a ficar mais escuros, largos e com mamilos grandes). “Fazendo uma suspensão, ou lifting das mamas, conseguimos não só devolver a firmeza e volume das mamas, como reposicioná-las no tórax, o que as torna mais joviais e atraentes”, diz o médico.

Abdominoplastia

A barriga flácida é comum após o trabalho de parto, e ela é resultado da hiperdistensão da parede abdominal durante a gravidez. Exercícios abdominais podem fortalecer a musculatura, mas nada fazem pela flacidez da pele e pelo afastamento entre os músculos na linha média, que mantém a barriga distendida. Quando isto ocorre, é necessário recorrer a uma cirurgia de abdômen.

Edição 227

Dezembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica