Tendência

Principais dúvidas sobre aposentadoria

Comentário(s) 06 dezembro 2018

maria angelicaTodo trabalhador que contribui para a Previdência Social tem direito à aposentadoria paga pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), após atingir uma determinada idade ou tempo de contribuição. São muitas as regras que determinam os valores, e as informações necessárias para cada tipo de benefício. Para esclarecer as principais dúvidas sobre este assunto, conversamos com a dra. Maria Angélica Storari, que possui 13 anos de atuação na área previdenciária.

M: Como funciona a contribuição à Previdência Social?

Dra. Maria Angélica: Todo trabalhador que possui registro em carteira é descontado de acordo com o salário, normalmente de 8% a 11% do valor e este é repassado aos cofres da Previdência. Já, os contribuintes individuais e facultativos devem recolher por meio do pagamento de carnê, com valores equivalentes a 20% do salário.

M: Quais são os tipos de aposentadoria do INSS?

Dra. Maria Angélica: Por tempo de contribuição (30 anos para mulheres e 35 para homens – na legislação atual em vigor, que pode mudar com a reforma da Previdência), Idade (180 contribuições mensais – 15 anos – e  a idade mínima de 60 anos para mulher ou 65 homens), Fórmula 85/95 (onde prevalece a soma da idade com tempo de contribuição), Invalidez, e Tempo Especial.

M: Como calcular o valor da aposentadoria?

Dra. Maria Angélica: O Cálculo é feito por meio da média aritmética simples de 80% dos maiores salários de contribuição entre julho de 1994 e o mês imediatamente anterior à aposentadoria.

M: O que Fator Previdenciário?

Dra. Maria Angélica: Trata-se de uma fórmula matemática que se baseia em quatro elementos: alíquota de contribuição, idade do trabalhador, tempo de contribuição à Previdência e expectativa de vida da pessoa. Ela é aplicada no caso de alguém querer se aposentar antes de fazer 65 (homens) ou 60 anos (mulheres). Quanto mais jovem for a pessoa, menos ela recebe de aposentadoria.

 

M: O que é a Fórmula 85/95 progressiva?

Dra. Maria Angélica:Este cálculo leva em consideração o número de pontos alcançados, somando a idade e o tempo de contribuição. Com os pontos necessários, será possível receber o benefício integral, sem aplicar o fator previdenciário. Até 30 de dezembro de 2018, para se aposentar por tempo de contribuição, sem incidência do fator previdenciário, o segurado tem de somar 85 pontos, se mulher, e 95 pontos, se homem.

Estas são apenas algumas dúvidas. Para saber mais sobre este tema acesse: mariaangelica.adv.br/ ou entre em contato pelo telefone: (11) 3395-8160.

Edição 247

Agosto 2019

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica