Saúde

Quando procurar ajuda psicológica?

Comentário(s) 30 agosto 2017

Vanessa Sardisco

Vanessa Sardisco

Infelizmente, cuidar dos sentimentos e do inte­rior não são tão valo­rizados quanto o cuidado físico e exterior. Por isso, quando alguma pessoa sen­te que algo precisa ser mu­dado, muitas delas não pro­curam ajuda psicológica.

Talvez isso aconteça por acreditarem que seus sen­timentos e angústias são re­pentinas e passageiras, con­seguindo superá-las sozi­nhas. Também existe o pa­radigma que quem vai ao psicólogo são apenas aque­las pessoas que usam medicamentos ou pre­cisam de um diagnóstico específico.

Entretanto, em todo momento os diversos sentimentos estão presentes no ser humano, precisando de um ambiente facilitador para acolhê-los. Afinal, dar uma atenção maior e cuidar do seu interior também é importan­te para o crescimento e desenvolvimento de cada pessoa.

Por isso, ir ao psicólogo é uma atividade tão recomendável quanto ir ao médico pois, além de ser uma pessoa preparada para ajudar ou­tras pessoas com suas questões pessoais em sigilo, considera a pessoa como realmente é, sem julgá-la. Assim, ajuda a pessoa se conhe­cer melhor e a lidar com os seus sentimen­tos, escolhas e experiências, a fim de a pessoa tornar-se seu próprio guia.

Contudo, vale ressaltar que em alguns casos a psi­coterapia e o tratamen­to psiquiátrico devem ser aliados com orientação do profissional. O importante é a pessoa se sentir confortá­vel e confiante em falar suas questões para o profissio­nal, tendo uma relação tera­pêutica harmoniosa e agra­dável com o psicólogo.

Além da psicoterapia, o psicólogo pode ajudar e orientar outros profissionais e áreas a cui­darem das questões que presenciam em sua rotina profissional. Isso ressalta a importân­cia de a psicologia estar sempre presente na vida das pessoas.

Portanto, pode-se afirmar que a psicotera­pia e o psicólogo deveriam ser mais requisi­tados, inclusive pelos diversos profissionais. Com isso, a psicologia poderá ser mais valo­rizada como um cuidado da saúde emocio­nal e mental.

Vanessa Sardisco é psicóloga, especialista em educação inclusiva com fluência em libras. Contatos: psicologa@vanessasardisco.com.br, 11-98200-9577

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica