Saúde

Terapia Ortomolecular no combate à celulite

Comentário(s) 04 dezembro 2016

A celulite é uma inflamação do tecido conjuntivo e possui vários graus de inflamação, desde as depressões, que aparecem quando pinça a pele, até o aspec­to nodoso e ondulado sempre visível. Atinge 90% das mulheres, desde adolescentes, e in­depende da obesidade ou sobrepeso, pois até as magras não escapam. Geralmente está lo­calizada nas áreas de gordura que sofrem a influência do estrógeno (hormônio femini­no), como quadris, abdômen, coxas, nádegas, e pode ser observada também nos braços.

Com a chegada do verão e proximidade das férias é um motivo de insatisfação pa­ra muita gente, mas é preciso avaliar mui­to bem os tratamentos e cremes propostos – como a melhora vem de dentro para fora, nada melhor que unir alimentação antioxi­dante + atividade física + suplementação + linfodrenagem.

O Tratamento Ortomolecular tem sido satisfatório, pois você muda os hábitos ali­mentares, e a suplementação utilizada me­lhora o aspecto da pele, dos cabelos, das unhas, ativa o metabolismo, melhora o sis­tema circulatório e imunológico, diminui a retenção hídrica, melhora o funcionamento do intestino, ocorre uma redução no peso, e diminui o estresse e cansaço.

No Tratamento Ortomolecular são uti­lizados produtos de venda livre, como mi­nerais, vitaminas, aminoácidos, fitoterápi­cos, modulares quânticos e uma alimenta­ção antioxidante, capazes de reduzir a pro­dução de radicais livres.

Os principais suplementos utilizados no tratamento são: silício (auxilia na reorgani­zação do tecido inflamado e na microcircu­lação); zinco (auxilia na cicatrização, na re­produção celular, melhorando a resposta do sistema imunológico); potássio (regula e equilibra os líquidos corporais; ômega 3 (ação anti-inflamatória, melhorando a cir­culação local e protegendo os vasos sanguí­neos). Também podem fazer parte do trata­mento para a celulite os polifenois, o cromo, a CoQ 10, o selênio, o magnésio, algumas vi­taminas do complexo B.

Mas veja bem, essa suplementação é indi­vidualizada, pois cada pessoa tem um dese­quilíbrio e uma constituição corporal pró­prios. Sem falar que para recomendar uma alimentação antioxidante e uma suplemen­tação é necessário analisar o estilo de vida, a hereditariedade, os desequilíbrios hor­monais, sedentarismo, nível de estresse e o grau da celulite.

Conheça o Tratamento Ortomolecular e se sinta bem com você e com a roupa que vestir. Lembre-se: mudanças de hábitos fa­zem parte da qualidade de vida e da longevi­dade. Invista em você e na sua saúde!

Artigo de Íria Melleiro Abbas (CRT 31 678), terapeuta ortomolecular/bacharel Biologia Médica – UNESP.
Saiba mais: (11) 4521-6307

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica