Saúde

Trabalho em equipe

Comentário(s) 05 março 2019

Dra. Laura Fernandes Bana

Dra. Laura Fernandes Bana

O sucesso do tra­tamento de pa­cientes em con­sultórios odontológicos é certeiro ao profissio­nal atento não somente aos dentes, mas ao con­junto dos músculos, das articulações temporo­mandibulares (ATMs) e de toda a dinâmica que a boca apresenta e, so­bretudo, considerando que ela pertence a um corpo humano.

A odontologia é uma profissão que atua sobre os dentes. Esses, porém, não agem sozinhos. Ao contrário, são intima­mente relacionados às ATMs, as quais possuem 25% de toda a sen­sibilidade do corpo humano. Ao alterar os dentes, não somente as ATMs e a dinâmica da boca serão modificadas, mas vão impac­tar, em série, a coluna vertebral, o tronco e os membros.

Esta inter-relação ocorre pois as ATMs possuem uma conexão direta no tronco ce­rebral, com os nervos que participam dire­tamente do controle do equilíbrio do corpo e das funções vitais.

Não tão simples quan­to parece, o tratamento de um paciente dentro da odontologia vai en­volver, invariavelmente, todas as áreas da saúde – a medicina, a fonoau­diologia, a educação físi­ca, a fisioterapia, a psico­logia etc – integrando ca­da componente corporal a um complexo denomi­nado ser humano.

A Clínica Diagnósti­co Funcional Bucal está atenta aos componen­tes bucais, mas também participa ativamente no âmbito interdisciplinar, buscando a harmonia e o equilíbrio do paciente em um planejamen­to integrado, proporcionando a saúde co­mo um todo.

Por Laura Fernandes Bana (CRO-SP 119846), cirurgiã-dentista.
Contatos: (11) 4521- 9494, 96650-4335, 
www.clinicadfb.com.br

Edição 241

Fevereiro 2019

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica