Estética

Verão e sol: e os lábios, como ficam?

Comentário(s) 26 outubro 2016

batom Você já deve estar cansada de ler sobre os cuidados básicos com os lábios: mantê-los hidratados utilizando sabonetes esfoliantes, para remover as células mortas e facilitar a penetração de hidratantes; uso de protetores labiais; beber, pelo menos, dois litros de água diariamente, entre outros. Mas será que eles são realmente suficientes?

Em época de excessivo calor, muitas vezes as pessoas esquecem de proteger os lábios e acabam adquirindo o hábito de passar a língua para umedecê-los, mas isto piora o ressecamento, além do fato de as enzimas presentes na saliva estimularem a inflamação local. A solução, neste caso, é usar um batom hidratante ou a clássica manteiga de cacau.

Outro vilão é o cigarro, que tem como um dos efeitos nocivos ao corpo a diminuição da irrigação, o que provoca nos lábios a desidratação e a aceleração da degradação do colágeno, bem como o aparecimento de rugas.

Há de se tomar cuidado ainda com a exposição excessiva ao sol, que pode ocasionar o câncer de lábio. Na cavidade bucal, essa é a segunda região com mais probabilidade de contrair a doença, sendo que é vinte vezes mais provável ela aparecer no lábio inferior, que no superior.

“Os homens, por não terem o hábito de proteger os lábios acabam sendo mais afetados que as mulheres. É importante ficar atento àquelas feridas que não cicatrizam, pois podem ser quilite actínica, uma patologia cancerizável”, alerta  o dr. Sérgio Kignel.

Ele ainda ressalta que os principais cuidados para com os lábios neste período do ano é usar batons com protetores solares e chapéus e não abusar do horário de exposição ao sol. “O câncer de lábio tem cura e quanto mais precoce for o diagnóstico, menos sequelas ocorrerão”, finaliza.

 

Edição 224

Setembro 2017

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica