Saúde

Você sabe o que são varizes pélvicas?

Comentário(s) 11 maio 2019

varizes pelvicas

As varizes mais comuns e de maior conhecimento popular são as que aparecem nas pernas. No entanto, existe um local específico do corpo em que a doença aparece: a região da pélvis. A ocorrência se dá principalmente entre as mulheres e, segundo especialistas, atinge mais de 30% desse grupo.

O incômodo provocado pelas varizes pélvicas é muito grande, já que atinge os ovários, útero e genitais externos e é caracterizado como uma dor abdominal e pélvica crônica, que geralmente aparece durante a gestação. As dores aumentam, geralmente, no período pré-menstrual.

O problema acontece por uma dilatação além do habitual das veias, que passam a acumular mais sangue que o normal. Uma disfunção nas veias da pélvis, por fatores anatômicos e hormonais, agravadas pela gestação, pode levar ao aparecimento de varizes pélvicas. Mulheres com múltiplas gestações são mais acometidas. Quando há acometimento na região vulvar, ocorre o aparecimento de cordões varicosos no local.

Atualmente, porém, existem métodos para tratamento da doença com rápida recuperação, como explica o rr. Carlos Alberto Fernandes Costa, cirurgião vascular do Hospital Santa Catarina (SP). “Hoje, temos tratamentos com pouco impacto e enorme precisão. O Centro Cirúrgico Minimamente Invasivo do Hospital Santa Catarina oferece a infraestrutura necessária para realizar esses procedimentos para tratamento das varizes pélvicas. Por ser uma intervenção realizada por cateteres, sem a necessidade de incisões, o tempo de recuperação é mínimo. As pacientes chegam a receber alta em poucos dias “, ressalta o médico.

O dr. Carlos Alberto ainda alerta que o melhor caminho é buscar ajuda profissional quando esses sintomas se tornam frequentes. “O diagnóstico é feito através do quadro clínico e exames de imagem, que identificam anatomicamente essa doença, permitindo um planejamento terapêutico detalhado e bastante preciso. Mulheres nessas condições devem procurar ajuda com médicos especializados, como o ginecologista e o cirurgião vascular”.

 

Edição 245

Junho 2019

Confira as edições anteriores

© Jornal Mexa-se 2013 todos os direitos reservados.

io! Comunica