Jornal Mexa-se

22 de junho 2020 às 08:00

Dicas para melhorar a criatividade

Geral

22 de junho 2020

CompartilharCompartilhar

Dicas para melhorar a criatividade

Ser criativo é trazer liberdade para suas ideias e seus pensamentos, em busca de trabalhos e obras mais originais. A professora da pós-graduação em Marketing Digital da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), Fabíola Brito, traz algumas dicas práticas de como melhorar no aspecto inventivo e inovador.


A professora também passou algumas dicas sobre como superar os temidos bloqueios criativos, aqueles momentos em que as boas ideias parecem desaparecer. Para ela, criatividade se relaciona justamente à habilidade de ser flexível e de superar desafios. "Quando você desenvolve criatividade, aprende a olhar para as coisas não como obstáculos intransponíveis, mas como obstáculos que você consegue conquistar, contornar", afirma.


Confira as dicas para você tornar seu cérebro mais inventivo e criativo:


Se arrisque a fazer o inusitado
"Não se sinta bobo fazendo isso. Cada vez que o seu cérebro pensar em uma alternativa, mesmo que não seja uma que possa ser executada, ele estará mais perto de uma solução criativa, diferente e original".


Estimule seu cérebro
"A falta de estímulos externos, de cores, formas e principalmente de desafios, faz com que a gente perca o interesse. Assim, sua criatividade some. Garantir a entrada de estímulos é uma maneira de permitir que o seu cérebro relaxe. Música, chás, cores e histórias podem tirar o foco das tensões que estamos vivendo".


Imponha desafios
"Depois de relaxado, impor alguns desafios pode facilitar o seu cérebro a engrenar o processo. Por exemplo, eu só posso compor esta peça com variações de amarelo e uma determinada letra. Ou então, vou fechar uma solução até às 17h de hoje, mesmo que seja uma ideia com difícil aplicação. Desafie o seu cérebro com questões periféricas ao seu problema principal".


Descubra o que te atrapalha
"Bloqueios criativos, na maioria das vezes, estão relacionados a questões emocionais, psicológicas: pressões externas, prazos, valores financeiros, valores morais, a perda do desejo, a perda de prazer relacionado à atividade em particular. Assim, a primeira coisa a se fazer para evitar um bloqueio criativo é descobrir o que te incomoda e, a partir daí, trabalhar a tolerância e a racionalização".