Jornal Mexa-se

27 de junho 2020 às 08:00

Saiba quando trocar escovas, pincéis e esponjas de maquiagem

Geral

27 de junho 2020

CompartilharCompartilhar

Saiba quando trocar escovas, pincéis e esponjas de maquiagem

Por melhores que sejam, todos os acessórios de beleza têm vida útil e precisam ser trocados periodicamente. Escovas de cabelo, pincéis e esponjas podem acumular bactérias, células mortas ou deixar de entregar o mesmo resultado de antes. Para saber identificar quando é hora de trocar o acessório, o beauty artist parceiro Belliz, Rafael Guapiano, dá algumas dicas.


- Pincéis


Quando bem cuidados, os pincéis podem demorar um bom tempo para chegar ao fim de sua vida útil, porém é fácil notar quando precisam ser substituídos. "Cerdas soltas, desgastadas, sem maciez ou que estejam arranhando a maquiagem são alguns dos indícios de que está na hora de trocá-los", revela Guapiano. Além disso, é preciso analisar também a aparência das cerdas: caso elas percam o formato original, o pincel deve ser trocado. Para que pincéis durem mais, o beauty artist indica limpá-los com água e sabão pelo menos uma vez a cada duas semanas e deixá-los secando naturalmente em cima de uma toalha.


- Esponjas


As esponjas são ainda mais sensíveis e podem apresentar vida útil menor. "Isso porque o acessório absorve mais produto na aplicação e é mais propenso à proliferação de bactérias", diz Rafael, e complementa: "Alguns sinais comuns de que está na hora de substituir a esponja são poros abertos, rachaduras ou desgaste da espuma."


Para higienizá-las, basta usar água e sabão neutro. Mas todo cuidado é pouco na hora de higienizar e o profissional explica o porquê: "Por serem acessórios mais sensíveis, as esponjas podem rasgar no processo de limpeza, diminuindo ainda mais a sua vida útil", afirma o beauty artist, que indica a limpeza a cada 15 dias.


- Escovas de cabelo


O expert aconselha a troca de escovas, já que depois de algum tempo elas perdem a eficiência em alinhar ou modelar os fios, podendo comprometer até a maleabilidade do cabelo. Para saber a hora certa de fazer a troca, basta analisar alguns sinais como deformação nas cerdas e dentes.


Para as escovas usadas no processo de alisamento do cabelo, a vida útil é menor, pois estão em constante contato com fonte de calor do secador. "Caso essa rotina seja muito intensa, em até três meses as cerdas podem estar danificadas e a escova começa a dar indícios de que precisa ser trocada", diz o expert.


Para as modelos que possuem bolinhas nas pontas, usadas para proteger o couro cabeludo, a indicação é substituir esse tipo de escova quando as bolinhas começarem a se perder. Se usar faltando bolinhas, isso pode causar ranhuras e machucados no couro cabeludo, além de gerar riscos de contrair doenças bacterianas.