Jornal Mexa-se

15 de julho 2020 às 07:30

Respirar corretamente controla o estresse e a ansiedade

Saúde

15 de julho 2020

CompartilharCompartilhar

Respirar corretamente controla o estresse e a ansiedade

Como anda a sua respiração? No exato momento em que lê estas linhas, você está inspirando e expirando pelo nariz ou pela boca? Sente a barriga ou o peito inflar? Apesar de parecer uma pergunta boba, saiba que ela faz toda a diferença no seu bem-estar e interfere até mesmo na qualidade do sono e na percepção dos sabores.


"O ideal é inspirar e expirar o ar pelo nariz, assim o nariz cumpre a função de aquecer, umidificar e filtrar o ar", diz a médica otorrinolaringologista dra. Maura Neves, membro da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial - ABORL-CCF. A respiração ocorre de forma automática no nosso corpo e não a percebemos - a não ser em casos de ansiedade e medo, quando o coração dispara, ela acelera e passamos a sentir o peito inflar (ao invés da barriga). "A respiração fica curta e acelerada nessas situações de estresse extremo e se há algum problema com o pulmão. É uma reação do corpo para tentar aumentar a quantidade de oxigênio no organismo", diz a médica.


E respirar é fundamental para o nosso corpo. É por meio do ato que mantemos a boa oxigenação, a concentração, o sono reparador e até a mastigação correta, com a percepção adequada dos sabores. "Respirar mal causa uma má qualidade de vida como um todo", destaca dra. Maura. Além disso, respirar pelo nariz com inspirações e expirações profundas ajudam a acalmar, reduzindo o estresse e a ansiedade que muitas pessoas podem estar sentindo por conta da pandemia, justamente por levar mais oxigênio às células e por permitir a conexão com o próprio corpo. "A falta de ar causada pela ansiedade melhora quando a pessoa muda de foco e não reduz o oxigênio no sangue. É diferente de quando há uma doença, que a pessoa piora ao caminhar, por exemplo, e o oxigênio não chega ao sangue. Por isso, prestar atenção na forma de respirar ajuda a aliviar a ansiedade", ensina a otorrinolaringologista.


E você sabia que a gente não respira sempre da mesma forma? "A cada 4 horas a respiração nasal muda. Neste período, é normal uma narina ficar mais entupida que a outra. À noite também é normal o nariz ficar mais congesto por variações hormonais e pela própria posição."