Jornal Mexa-se

20 de julho 2020 às 07:30

Mitos e verdades sobre a micose

Saúde

20 de julho 2020

CompartilharCompartilhar

Mitos e verdades sobre a micose

Fungos adoram o calor e a umidade, mas engana-se quem acha que micose é uma doença exclusiva do verão. Abafar pés e mãos e compartilhar objetos de uso comum aumentam as chances de contrair micoses, causadas por fungos. Confira mitos e verdades comuns sobre o assunto, segundo a dermatologista dra. Dóris Milman Shansis.


1 - A micose é contagiosa


Verdade - "Além de ser transmitida de pessoa para pessoa, pode passar de uma unha para outra, no caso da micose de unhas", explica. Além disso, a onicomicose, como é conhecida, pode ser "porta de entrada" para outras infecções, como as bacterianas


2 - Micose de unha é igual a de pele


Mito - São diferentes e requerem terapêuticas específicas. O tempo de combate varia, mas na onicomicose costuma ser longo. "As condições de saúde de cada pessoa também refletem no tempo de tratamento", comenta a médica


3 - Os efeitos da doença são visíveis


Verdade - Descolamento, deformação, aspecto quebradiço e surgimento de manchas amareladas ou esbranquiçadas na unha são sinais. Dra. Dóris alerta que o dermatologista fará o diagnóstico preciso e definirá o melhor tratamento


4 - Esmaltes não atrapalham o tratamento das micoses


Mito - Eles dificultam a penetração do medicamento na unha afetada. O ideal é aplicar esmalte antifúngico, que contém alta concentração de substâncias antimicóticas, diretamente na unha. Esmaltes comuns poderão ser aplicados sobre o antifúngico.