Jornal Mexa-se

27 de julho 2020 às 08:00

Rinoplastia: mitos e verdades sobre o procedimento

Estética

27 de julho 2020

CompartilharCompartilhar

Rinoplastia: mitos e verdades sobre o procedimento

O Google registrou um aumento de buscas de 4800% pelo termo "rinoplastia" nas últimas semanas. Alguns famosos até fizeram o procedimento e mostraram os resultados nas redes sociais. Mas muita gente ainda tem dúvida sobre a Rinoplastia, sendo que muitos acreditam que ela só permite um resultado artificial, em um procedimento altamente traumático. Mas nem tudo é como parece. Conversamos com o cirurgião plástico dr. Paolo Rubez, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, especialista em Rinoplastia Estética e Reparadora pela Case Western University e mestre em Cirurgia Plástica pela UNIFESP, para explicar alguns mitos e verdades sobre esse procedimento.


A cirurgia pode ajudar a melhorar meu perfil do rosto


Verdade. "A Rinoplastia ajuda muito a melhorar o perfil, mas em alguns casos apenas a realização da rinoplastia não é o suficiente para deixar o paciente satisfeito com seu perfil. O ideal então é a realização da perfiloplastia, que permite corrigir a desproporção entre o queixo e o nariz em apenas um único procedimento, ajudando assim a melhorar significativamente a harmonia facial e, consequentemente, a autoestima e a confiança do paciente, visto que o nariz e o queixo são áreas fundamentais para a estética do rosto", afirma o médico. "Nesse procedimento, geralmente, realiza-se primeiro a mentoplastia (cirurgia do queixo) e, em seguida, a rinoplastia. O processo é feito sob anestesia geral e dura, em média, 5 horas. Com relação aos resultados, estes aparecem após a diminuição do inchaço que surge depois da cirurgia, o que leva cerca de três a seis meses", destaca o médico. O pós-operatório é o mesmo de grande parte das cirurgias, sendo necessário que, durante duas semanas, o paciente permaneça em repouso e não pratique exercícios físicos.


Todo mundo perceberá a cirurgia porque o resultado é artificial


Mito. Com o avanço das técnicas cirúrgicas, cada vez mais os cirurgiões plásticos entregam resultados mais naturais e que levem em consideração a harmonia facial. "O médico deve levar em conta vários fatores para chegar a um resultado satisfatório e natural. Hoje já existe a possibilidade de simular o resultado digitalmente, o que deixa o paciente mais tranquilo", afirma o dr. Paolo.


Você pode ter o formato de nariz que desejar


Mito. A cirurgia por questões estéticas deve ser feita com responsabilidade, ou seja, levando em conta as características individuais de cada paciente. "A Rinoplastia possui limitações sim, e será realizada de acordo com a harmonia do seu rosto para aprimorar as características do seu nariz e não mudá-las 100%. Também não é o objetivo deixar seu nariz igual ao de alguém famoso. Embora as cirurgias carreguem um alto nível de expectativas, um bom cirurgião ajudará o paciente a entender que as intervenções, além de preservar a harmonia, não podem prejudicar as funções respiratórias", afirma o médico.


O processo é sempre muito traumático e a recuperação é lenta


Mito. Uma das principais novidades em cirurgias no nariz é a rinoplastia ultrassônica, que visa tratar a parte óssea do nariz através de um aparelho que, por meio de vibrações, permite ao cirurgião realizar a fratura nasal necessária para o procedimento de forma menos traumática. Também realizada sob o efeito de anestesia geral, a rinoplastia ultrassônica possui as mesmas indicações da técnica tradicional, sendo indicada para qualquer paciente que tenha necessidade de tratar a parte óssea do nariz, mas possui como vantagem o fato de ser mais precisa e preservar melhor estruturas importantes do nariz, resultando em menos inchaço, sangramento e hematoma no período pós-operatório. "Isso faz com que o processo de recuperação do procedimento seja mais rápido e mais tranquilo, permitindo ao paciente retornar às atividades rotineiras mais rapidamente", destaca o cirurgião. "Por ser mais precisa, os resultados da rinoplastia ultrassônica são mais previsíveis, além de ocasionar cicatrizes menos aparentes, já que, nesse procedimento, não há necessidade de incisões na parte externa para a fratura do nariz."


O nariz pode sangrar após a cirurgia


Verdade. Existe, sim, a possibilidade de o nariz sangrar após a cirurgia, principalmente quando a "carne esponjosa" é tratada junto. "Esse sangramento é esperado e considerado normal. Após 48 horas, não há mais sangramentos. Também é comum que exista alguma dificuldade respiratória alguns dias após o procedimento, mas em até 90 dias esse desconforto cessará completamente", afirma o dr. Paolo.


O resultado da Rinoplastia é imediato


Mito. Os resultados começam a aparecer de um a dois meses após a realização da cirurgia, mas a evolução final pode ser analisada entre um e três anos, já que os tecidos levam esse tempo para se acomodarem e completar a cicatrização.


Toda cirurgia do nariz é igual


Mito. Existem diversas técnicas, mais ou menos invasivas, para corrigir diversas alterações, estéticas ou funcionais, como nariz em desarmonia com a face, ressecção das asas nasais, correção do desvio de septo e hipertrofia dos cornetos, entre outros. "A cirurgia ideal será feita de acordo com a indicação", diz o médico.


O médico enfatiza que é importante, antes de optar por um procedimento no nariz, conversar com um cirurgião plástico especialista para a indicação correta do melhor tratamento para o seu caso e a explicação de todo o processo de recuperação.