Jornal Mexa-se

03 de novembro 2020 às 07:00

Verdade ou mito? Você sabe qual é a relação do mofo com a saúde?

Geral

03 de novembro 2020

CompartilharCompartilhar

Verdade ou mito? Você sabe qual é a relação do mofo com a saúde?

A relação entre moradia e saúde é maior do que muitos imaginam. Viver em ambientes salubres impacta diretamente na qualidade de vida das pessoas. Infelizmente, mofo, umidade e infiltração estão presentes no dia a dia de milhões de brasileiros, que só se dão conta do impacto negativo desses problemas quando já estão em estágios avançados.


A seguir, o Movimento Construção Saudável, criado pelas empresas Mactra, Sika, Vedacit e Viapol para ampliar a conscientização sobre a importância da impermeabilização para a saúde, esclarece 5 dúvidas comuns sobre o tema. Confira:


- Milhões de brasileiros tem problemas com mofo e umidade - VERDADE


Estima-se que 80% dos imóveis no país apresentam complicações relacionadas a umidade e infiltração. Segundo dados do IBI (Instituto Brasileiro de Impermeabilização), a umidade responde por 85% dos problemas encontrados nas construções brasileiras.


O Brasil tem 16 milhões de moradias inadequadas, segundo estudo da Fundação João Pinheiro (2015). A Tese de Impacto Social em Habitação, apresentada pela Artemísia, aponta que são mais de 8,2 milhões de pessoas que residem em áreas de riscos. Nestas regiões, o problema é ainda mais grave. Famílias inteiras convivem em um cômodo, dois, muitas vezes sem janela e sem ventilação, um ambiente bem propício para o mofo crescer.


- Problemas respiratórios, como rinite, sinusite e crises alérgicas, não tem relação com o ambiente onde a pessoa vive - MITO


Uma das principais causas de doenças respiratórias é a presença de mofo nas paredes.


O mofo é alergênico e pode causar, ou piorar as doenças alérgicas, como rinite, bronquite e asma. É considerado um fator de risco importante para contrair doenças respiratórias, pois ao inalar os esporos do mofo, as pessoas alérgicas desencadeiam a reação pelo organismo, o que pode causar espirros, obstrução nasal, tosse, falta de ar, olho avermelhado, lacrimejamento e inchaço nos olhos. Pessoas não alérgicas, ao inalar o fungo, podem até desenvolver pneumonia.


- Prevenir é melhor do que remediar - VERDADE


Sempre! A clássica frase é a mais pura verdade. Fazer a impermeabilização correta durante a obra evita os problemas futuros. Por isso, a importância da conscientização.


Fazer a impermeabilização nas residências ainda no início da obra não é um hábito entre os brasileiros, que não têm a cultura de evitar problemas construtivos, mas sim de procurar solucionar os problemas após as infiltrações. Além de gastos desnecessários, esse comportamento traz riscos à saúde e à vida dos moradores. É importante lembrar que a cada dez pessoas que procuram produtos para impermeabilização, sete já estão com graves problemas de infiltração.


A conscientização dos profissionais - engenheiros, arquitetos, projetistas, construtores, aplicadores - também é fundamental, pois na maioria das vezes são eles quem indicam e incentivam as pessoas a contarem com a impermeabilização desde o projeto.


- Impermeabilizar um imóvel é muito caro - MITO


O custo inicial da impermeabilização, previsto numa obra residencial, varia de 1% a 3% do orçamento total, enquanto os gastos futuros, decorrentes da má impermeabilização, ou da falta dela, podem superar os 12%.


- Fazer a impermeabilização correta do imóvel é a forma mais eficaz para combater o mofo e a umidade e garantir a saúde e o bem-estar dos moradores - VERDADE


Impermeabilizar é fundamental tanto para a segurança do patrimônio quanto para a integridade física do morador.


A impermeabilização de uma superfície, seja laje, parede, piscina, reservatório, piso, jardineira, ou qualquer área que tenha contato com água ou umidade, aumenta a longevidade do imóvel, favorece a sustentabilidade e aumenta a qualidade de vida das pessoas, já que o excesso de umidade pode provocar uma série de problemas de saúde, em especial os respiratórios.


É fundamental conscientizar as pessoas sobre a importância da impermeabilização correta não só para o imóvel, mas para a vida da família.