Jornal Mexa-se

18 de fevereiro 2021 às 07:00

Carboxiterapia com menos dor?

Estética

18 de fevereiro 2021

CompartilharCompartilhar

Carboxiterapia com menos dor?

Nesta época do ano, é possível notar um aumento de 25% na procura por tratamentos de beleza e clínicas de estética, que começam a ficar com a agenda disputada. De acordo com pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), nos últimos dois anos a procura por procedimentos estéticos não cirúrgicos aumentou 390%. Entre os tratamentos mais procurados estão: diminuição da gordura localizada, combate à celulite e rejuvenescimento da pele.

A boa notícia é que, cada vez mais, o mercado de estética apresenta novidades para que as pessoas busquem a sua melhor versão por meio de tratamentos minimamente invasivos e procedimentos que unem tecnologia e estudos científicos. Entre as grandes novidades para 2021 está o Pluria, equipamento de carboxiterapia que apresenta a possibilidade não invasiva de uns dos tratamentos mais conhecidos do mercado estético, possibilitando redução da tão temida celulite e também estrias, sem a utilização das temidas agulhas. A tecnologia também auxilia no tratamento de gordura localizada, olheiras, terapia capilar e rejuvenescimento facial.

Segundo Aline Caniçais, especialista dermatofuncional, a carboxiterapia se apresenta como uma das tecnologias mais completas, pois seu efeito contribui para redução de praticamente todas as disfunções estéticas. "Uma das principais reclamações ou comentários realizados por pessoas que já fizeram a carboxiterapia tradicional (onde o gás é infundido na pele por meio de agulhas de insulina) está relacionada a dor ou desconforto. O grande diferencial desta tecnologia é que ela apresenta um sistema conhecido como ‘carbo cupping’, onde pequenas ventosas entram em contato com a pele e realizam a difusão do CO², sem a necessidade de agulhas, o que acaba se tornando indolor. O equipamento ainda permite mais de 30 tipos de programações, para que o profissional possa utilizar os parâmetros já existentes ou regular de acordo com a necessidade de cada paciente", afirma.

A especialista tirou algumas dúvidas sobre o tratamento de carboxiterapia sem agulhas, confira:

Gordura localizada
Além de melhorar a circulação e estimular a queima de gordura no local, a carboxiterapia promove a redução do tamanho das células de gordura a partir da estimulação de vários sistemas do organismo - chamada "cascata lipolítica".

Diminuição das estrias
No tratamento de estrias, o gás carbônico medicinal atua de forma a promover um processo inflamatório local e gerar um descolamento controlado do tecido. Esses processos associados estimulam a formação de colágeno no local.

Ameniza olheiras
Para as olheiras, a carboxiterapia estimula a melhora da circulação e formação de novos vasos sanguíneos que amenizam a aparência escurecida. Para a flacidez da pele, o benefício está na formação de colágeno e elastina.

Terapia capilar
A carboxiterapia capilar é indicada para homens e mulheres que apresentam queda de cabelo persistente. O tratamento promove oxigenação e nutrição do couro cabeludo, gerando crescimento e também o nascimento de novos fios de cabelo.

Rejuvenescimento facial
A técnica não invasiva atua na melhora da circulação sanguínea local. Em região facial funciona como um dilatador ajudando na oxigenação dos tecidos faciais e estímulo de produção de colágeno pela massagem gerada pelas ventosas. Esse tipo de tratamento funciona na harmonização do rosto, diminuindo rugas e marcas de expressão.