Jornal Mexa-se

23 de março 2021 às 07:00

Como ter o guarda-roupa ideal

Geral

23 de março 2021

CompartilharCompartilhar

Como ter o guarda-roupa ideal

O que vestimos diz muito de nós e pode ou não favorecer a nossa imagem pessoal. A modelo internacional Fernanda Cecília Trindade diz que basta seguir três regras básicas para construir o guarda roupa ideal.  


"E não precisamos de muito para o conseguir.  Portanto, se queremos que o vestuário diga o que queremos, temos de construir o nosso guarda roupa com algum cuidado e critério", disse Fernanda. 


A modelo elenca três regras básicas para construir o guarda-roupa ideal para você:


1 – O guarda roupa ideal não deve ser, necessariamente, composto por muitas peças de roupa 


Deeve ser composto pelas peças certas, ou seja, aquelas que respondam às nossas necessidades pessoais e profissionais, que sejam ajustadas ao nosso estilo de vida e mesmo à nossa personalidade. Podemos ter um guarda roupa com peças formais, informais, desportivas e até de cerimónia, mas na proporção do que usamos efetivamente.


Se a nossa atividade profissional pede um look mais casual ou descontraído, não precisamos de encher o guarda roupa com fatos e/ou tailleurs. Importa ainda adaptar o vestuário às condições climatéricas e microclima do espaço habitualmente frequentado, para que nos sintamos confortáveis. 


2 – As roupas devem favorecer sua silhueta 


O guarda-roupa deve adaptar-se ao nosso corpo de modo a realçar os nossos atributos e disfarçar os nossos defeitos. Isto pode implicar não seguir à risca a moda que nos é imposta todas as temporadas.


"Antes de nos tornarmos fashion victims, devemos ter bom senso para ver o que nos favorece ou não. Por isso, antes de comprar uma peça nova para o seu guarda-roupa certifique-se de que esta é ajustada à sua silhueta", diz a modelo.


Para tanto, experimente e compare peças diferentes até encontrar uma peça de roupa que realmente o/a satisfaça. Peça opinião a especialistas e/ou pessoas com bom gosto e inspire-se em pessoas que têm uma silhueta idêntica à sua e um estilo pessoal que lhe agrada.


3 – Opte por peças de boa qualidade


O ideal é apostar em peças de boa qualidade (o que não significa ser “de marca”), pois, além de terem melhor aspecto, acabam por se manter impecáveis por mais tempo.


É preferível ter um guarda-roupa com poucas peças, mas de qualidade, do que muitas fracas. Além disso, importa ter cuidado com a roupa. Ela deve estar sempre bem limpa, sem nódoas, bem engomada e com os botões no lugar certo.


Para pôr em prática


Depois de refletir sobre estas três regras (e se elas fizerem sentido para si), analise o seu guarda-roupa e predisponha-se a fazer três coisas: eliminar, reciclar e adquirir peças de roupa até chegar ao guarda-roupa ideal, mesmo que isso leve algum tempo.