Jornal Mexa-se

20 de março 2021 às 07:00

Dicas para manter a motivação e praticar exercícios físicos em casa durante o isolamento social

Esportes

20 de março 2021

CompartilharCompartilhar

Dicas para manter a motivação e praticar exercícios físicos em casa durante o isolamento social

As novas medidas restritivas contra a Covid-19 em diversos estados, com o intuito de intensificar o isolamento social, evitam que as pessoas saiam de casa, e as rotinas de trabalho, lazer e prática de atividades físicas são afetadas. Por isso, mais do que nunca, é um momento crucial para preocupar-se com a própria saúde física e mental, colocando em prática o autocuidado.


Fazer exercícios físicos regularmente é um hábito saudável que pode trazer benefícios por toda a vida. Em momentos desafiadores como esse, é importante manter o ritmo de treinamento durante o período em casa. “Ganhar condicionamento demora, mas perdê-lo é muito mais rápido. Ao parar de se exercitar, é preciso muito mais esforço para voltar à forma”, explica dr. Emeka Okorocha, embaixador do aplicativo Freeletics. “Além disso, cultivar hábitos saudáveis é uma das formas de melhorar o sistema imunológico”, completa.


Para ajudar a tornar a prática de exercícios uma rotina durante esse período, Okorocha listou cinco estratégias que podem ser adotadas quando há pouca motivação para treinar.


1. Encontre uma nova playlist ou músicas que o façam sentir-se animado: não subestime o poder da música. A música é um intensificador de humor incrível e também pode pressioná-lo mais enquanto você está se exercitando. “Músicas animadas e de ritmo rápido e canções com letras inspiradoras podem realmente ajudar a motivá-lo e colocá-lo com disposição para fazer exercícios. Atualizar sua lista de reprodução com frequência e adicionar novas músicas também pode motivá-lo para o treino”, destaca.
 


2. Mantenha seus treinos variados e empolgantes: é realmente fácil entrar na rotina de repetir o mesmo treino indefinidamente, mas isso pode se tornar extremamente tedioso. “Para superar a monotonia, experimente mudar seu regime de exercícios para incluir treinos diferentes, o que não apenas eliminará o tédio, mas manterá seu corpo adivinhando e acelerando os resultados”, explica Okorocha. 
 


3. Não pense demais, faça os exercícios no início do dia e da semana, antes que sua mente possa persuadi-lo: um treino curto, como uma corrida ou uma sessão de HIIT de 15 minutos, pode ser uma das melhores maneiras de começar o dia. Não só aumenta a produtividade e libera endorfinas, como também pode impulsionar o metabolismo para o dia seguinte. “Praticar exercícios pela manhã também ajuda a eliminar desculpas; simplesmente levantar e fazer tudo antes de ter tempo de se convencer do contrário é uma ótima maneira de ajustar a forma ao seu dia, não importa o quão ocupado você esteja”, aconselha Okorocha.
 


4. Monitore seu condicionamento físico e deixe que suas pequenas vitórias o motivem: definir metas realistas e recompensar a si mesmo por suas pequenas vitórias pode motivá-lo a continuar. “Não há mal nenhum em definir uma grande meta, mas divida-a em metas menores para que você possa comemorar suas conquistas e progresso com frequência”, destaca.


5. Compita com um amigo ou pessoas em sua casa para adicionar um elemento para motivá-lo: um aspecto subestimado de malhar é ter companhia ao fazê-lo. “Pedir a um amigo para me acompanhar em um treino (virtualmente, é claro) pode ser o impulso que preciso. Os amigos não só podem motivá-lo a trabalhar melhor, com mais empenho e inteligência, mas também podem forçá-lo a entrar na rotina. Os amigos também podem trazer novas ideias, tornar os exercícios mais divertidos e motivá-lo a continuar o bom trabalho”, finaliza Okorocha.