Jornal Mexa-se

03 de abril 2021 às 07:00

Como escolher a bolsa certa para cada necessidade

Geral

03 de abril 2021

CompartilharCompartilhar

Como escolher a bolsa certa para cada necessidade

A bolsa certamente é um dos acessórios favoritos das mulheres, afinal, além de dar um toque especial em qualquer look, é funcional. Existe um porém, mesmo que perfeita para as produções fashions e para armazenar os itens femininos, entre celulares, carteiras, maquiagens, óculos de sol e necessaires, facilmente pode causar sobrecarga física e, consequentemente, danos à saúde. Para trazer sinergia a este item, na moda e no dia a dia da mulher, é preciso compreender alguns detalhes importantes:

ATENÇÃO ÀS DIFERENTES OCASIÕES E NECESSIDADES!

"Para escolher a bolsa ideal, a primeira decisão deve partir da ocasião. ‘Para onde eu vou?’, essa é a pergunta que deve vir à mente. Assim, é possível definir qual o modelo mais adequado para aquela situação específica. Por exemplo, se for para um jantar com as amigas, o ideal é uma bolsa transversal compacta e prática; para a praia, uma bolsa em materiais resistentes a água e no mood praiano; para o trabalho, que pode exigir o transporte de notebook e um longo deslocamento, uma mochila bem resistente e espaçosa’’, explica e exemplifica, Fernanda Graneiro, consultora de imagem e estilo.

De acordo com a especialista, existe mais um ponto de atenção primordial para a escolha do acessório: as reais necessidades. "Realmente preciso levar este item?", essa é a segunda pergunta que devemos nos fazer. É a partir daí que criamos um filtro do que realmente é necessário para não deixar as bolsas lotadas/transbordando e com um aspecto pesado e nada harmônico para o visual. Se a ideia é ir em um jantar com as amigas, não há a necessidade de levar a necessaire completa de maquiagem, não é mesmo? Leve os itens essenciais, no caso da make, por exemplo, opte por levar apenas um batom e um blush", destaca.

ATENÇÃO ÀS CARGAS!

Mais um ponto de atenção em relação ao uso de bolsas são os seus pesos. "No dia a dia pode ser quase que imperceptível, mas a sobrecarga deste tipo de acessório pode causar sérios danos à saúde a longo prazo, como hérnias, escoliose e lesões nas articulações" explica.

Assim como Fernanda, Cristiane Linhares, fisioterapeuta especialista em reeducação funcional da postura e movimentotambém preza pelo cuidado com o excesso de objetos. "Sempre se certifique de estar levando na bolsa somente o necessário - quanto menos, melhor. Tenha essa regra em mente", frisa.

Ainda, segundo a profissional, existem algumas orientações que devem ser seguidas quando ao uso de bolsas. "Modelos tradicionais, daqueles que se encaixam em apenas um dos ombros ou com alças transversais, nunca devem exceder 10% do peso corporal; no caso de mochilas, o peso não deve ultrapassar 20% do peso corporal; e no caso de bolsas que são levadas na mão, com alças mais curta ou sem alças, o ideal é que pesem, no máximo 2,5 quilos. Lembre-se, menos é sempre mais" alerta.

A fisioterapeuta ainda indica que as bolsas de apenas uma alça sejam trocadas de lado durante o dia, não deixando os pesos distribuídos em apenas um dos ombros ou mãos.